Médicos da rede municipal anunciam greve em Osasco, na Grande SP

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

05/03/2021 21h35 — em Variedades

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em plena pandemia de Covid-19, médicos terceirizados que atuam na rede municipal de Osasco (Grande São Paulo) planejam iniciar paralisação por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (8). As principais queixas dos manifestantes são atrasos nos salários e irregularidades nas contratações dos profissionais. A greve não irá atingir os médicos concursados.

Segundo um médico, que pediu anonimato, os profissionais terceirizados estão sem receber desde novembro. O profissional diz que, a empresa que era contratada para gerir a mão de obra médica pagava os salários com 60 dias de atraso.

No início deste ano, outras duas empresas assumiram o serviço e, de acordo com o profissional ouvido pela reportagem, os médicos terceirizados estão atuando sem contrato de trabalho. Por causa da troca de empresas, os trabalhadores temem não receber os salários de dezembro, janeiro e fevereiro.

"Além disso, a nova empresa exige que os médicos abram CNPJ e que emitam nota. Nós vamos ter que pagar imposto sobre essa nota. Na prática, teremos redução salarial, já que estão transferindo a tributação para nós. Exigimos um reajuste para não ter essa redução", disse o funcionário.

"É um problema para os médicos fazer paralisação em um momento como esse, de pandemia, mas a situação está insustentável. Não dá par exigir que os médicos trabalhem sem ter a perspectiva de receber. O trabalhador tem que receber pelo trabalho que realiza, e é por isso que estamos lutando", acrescentou o profissional.

Segundo o Sindicato dos Médicos de São Paulo, por causa da falta de regularização dos contratos, 14 UBSs da cidade estão com falta de ginecologistas. Conforme a entidade, até o fim da tarde desta sexta-feira (5), 87 médicos já haviam aderido à greve. Os profissionais também pretendem fazer uma manifestação em frente à prefeitura de Osasco na terça (9).

A categoria cobra uma garantia de que os pagamentos de dezembro, janeiro e fevereiro sejam feitos, além de exigir que a contratação dos médicos seja feita por meio de concurso público.

RESPOSTA

Por meio de nota, a Prefeitura de Osasco, gestão Rogério Lins (Podemos), afirma que os salários de dezembro começaram a ser pagos nesta sexta e que os vencimentos de janeiro e fevereiro serão depositados na semana que vem.

"Com relação aos demais questionamentos, a Secretaria de Saúde está apurando e tomará todas as medidas cabíveis com a maior cerelidade possível, reiterando sua admiração e reconhecimento aos profissionais e médicos da área da saúde que atuam no nosso município, frente à maior excepcionalidade da história. São eles que vêm salvando milhares de vidas dos pacientes acometidos pela Covid-19", acrescenta a nota da prefeitura.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades