Compartilhe este texto

Maya Gabeira é nomeada embaixadora da Unesco, com foco na preservação de oceanos

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/06/2022 16h34 — em
Variedades



LISBOA, PORTUGAL (FOLHAPRESS) - A surfista brasileira Maya Gabeira, 35, que detém o recorde mundial de maior onda surfada por uma mulher --22,4 metros, em 2020-- é a mais nova embaixadora da Boa Vontade da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), com foco na promoção da preservação dos oceanos e na juventude.

Maya assumiu o posto nesta segunda-feira (27), em participação durante o primeiro dia Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que acontece até sexta-feira (1º) em Lisboa.

Na apresentação, a surfista fez questão de destacar como os danos aos oceanos são cada vez mais visíveis. "Em 15 anos como profissional do surfe, eu vejo um aumento do plástico em todos os lugares do mundo", afirmou.

O engajamento da atleta com as causas ambientais é antigo. Além de já ter participado de uma série de ações de conscientização para o problema da poluição dos oceanos, a surfista tem um forte histórico familiar de ativismo.

Filha do jornalista e ex-deputado federal Fernando Gabeira, um dos fundadores do Partido Verde, e da designer de moda sustentável Yamê Reis, Maya diz que cresceu ouvindo sobre a importância da preservação do planeta.

"Eu acho que essa preocupação e esse assunto sempre foi pauta lá em casa. Era o que a gente discutia no jantar. Meu pai fala disso desde muito antes de eu nascer", disse.

Com grande apelo junto ao público jovem, Maya deve usar sua presença nas redes sociais para impulsionar ações de preservação dos mares. Participação em eventos e podcasts também estão previstas em um futuro próximo.

O ator americano Jason Momoa, 42, intérprete do personagem Aquaman no cinema, também esteve na conferência. O havaiano, que já atua como ativista de causas ambientais, foi nomeado embaixador do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, com foco na proteção da vida marinha.

O projeto Planeta em Transe é apoiado pela Open Society Foundations.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades