Compartilhe este texto

Homem que atirou contra carro pode se entregar amanhã, diz delegado

Por Folha de São Paulo

18/06/2024 17h30 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O delegado Alexandre Silva Cassola afirmou que o motorista que atirou contra um carro durante uma briga de trânsito, em Boituva (SP), pode se entregar na quarta-feira (19). O empresário Adriano Domingues da Costa está foragido após ter a prisão temporária decretada pela Justiça.

Polícia continua à procura do empresário. Em entrevista coletiva nesta terça-feira (18), o delegado Alexandre Silva Cassola disse que o carro e a arma apreendidos já foram submetidos à perícia. O empresário não possuía nem porte, tampouco registro da arma, ainda de acordo com o delegado.

À polícia, o advogado de defesa prometeu que o empresário vai se entregar às autoridades nesta quarta-feira (19). "Tanto a esposa como o atirador, nós estamos aguardando a apresentação pelo advogado de defesa amanhã para que sejam formalmente ouvidos", completou.

"Independentemente, se ele se entregar amanhã ou não, as buscas continuam para que ele seja capturado. O carro e a arma foram devidamente apreendidos e já submetidos à perícia. Estamos falando de uma pessoa que não possuía nem o porte de arma, muito menos o registro da arma. Nós estamos tratando aqui de uma arma de fogo com numeração raspada", declarou o delegado.

POLÍCIA CIVIL FAZ BUSCAS

Agentes tentam achar Adriano após a Justiça decretar a prisão temporária dele. O pedido ao judiciário foi feito pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Itapetininga (SP), que investiga o caso, após análise das imagens.

Policiais estiveram em um hotel no município de Piraju (SP), no sábado (15). O carro do empresário foi encontrado no estabelecimento e apreendido pelas autoridades. Ele não estava mais no local quando os agentes chegaram.

No domingo (16), os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão na casa de Adriano. O passaporte do empresário, um cofre e uma espécie de espada usada em artes marciais foram apreendidos na ocasião. Os agentes seguem em diligências para localizá-lo, informou a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo).

Informações sobre o paradeiro do foragido podem ser comunicadas através do número de telefone 181.

BRIGA COMEÇOU APÓS COLISÃO

De acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo, um casal estava em um veículo quando sofreu uma ultrapassagem de outro carro, momento em que houve uma colisão. O caso ocorreu na altura do quilômetro 110 da Rodovia Castello Branco.

Nas imagens, é possível ver o casal, identificado como Gabrielle Gimenez e William Isidoro, discutindo com o autor dos disparos. No vídeo, o empresário Adriano Domingues da Costa, que dirigia uma caminhonete, grita com o casal sobre o acidente, segurando uma arma, e retorna ao carro. Uma mulher que acompanhava Adriano é questionada se ela era policial e se o empresário estava com a arma dela, e confirma -no entanto, não há nenhuma comprovação de que ela realmente seja uma agente.

Após a discussão inicial, o homem se reaproxima do carro do casal. Ele pede para os ocupantes do veículo abaixarem o vidro da janela e, após negativa do casal, começa a disparar. Ainda segundo a SSP, o para-brisa do carro -que é blindado- e o farol dianteiro foram atingidos pelos tiros.

No momento dos disparos, a vítima estava em contato com a Polícia Militar. É possível ouvir, pela chamada telefônica, que o agente da PM pede que o casal não abaixe o vidro.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio. O boletim de ocorrência foi feito na delegacia de Boituva e as investigações estão a cargo da Polícia Civil na Delegacia de Investigações Gerais de Itapetininga.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades