Compartilhe este texto

Veto de despacho gratuito de bagagem é um desestímulo aos turistas


Por Orsine Jr.

15/06/2022 19h49 — em
Turismo, eu acredito!


Foto: Reprodução

O despacho gratuito de bagagens em voos domésticos e internacionais foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro. De certa forma, essa medida é um desestímulo aos turistas, que têm de pagar valores cada vez mais altos pelas passagens aéreas. 

Na avaliação do presidente, na prática, a proposição aumentaria os preços dos bilhetes, elevaria os custos aéreos e reduziria a atratividade do mercado brasileiro a novas companhias. Mas o viajante, como fica?

Está mais do que na hora de se começar a pensar no viajante e em medidas que estimulem as viagens, sejam ela nacionais e internacionais. As companhias aéreas já contam com incentivos fiscais sobre o combustível e se a medida não tem surtido efeito, o governo precisa estudar outras alternativas para estimular a competitividade do segmento aéreo e o turismo. 

Quem viaja já não tem tantos benefícios e até os lanches servidos gratuitamente durante os voos foram extintos, isso se contar o cancelamento de voos diretos para diversos destinos (Manaus – Fortaleza) e a longa espera nos aeroportos. Daqui a pouco, até a água será cobrada dos passageiros. 

A gratuidade de uma primeira bagagem de 23 quilos poderia ser adotada, enquanto a segunda poderia ser cobrada, como era antes. Mas, pelo visto, o turista e turismo não são prioridades de “alguns”. 

Por mais benefícios aos turistas, Turismo Eu Acredito!


Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Turismo, eu acredito!

+ Turismo, eu acredito!