Compartilhe este texto

Flutuantes: Modelo Turístico em Debate


Por Orsine Jr.

19/02/2024 19h22 — em
Turismo, eu acredito!


Foto: Reprodução

A batalha judicial que ordena a retirada de flutuantes do Tarumã-Açu ganha mais um capítulo e traz à tona uma intensa discussão. O recente parecer do Ministério Público embora pareça uma resposta firme às preocupações ambientais, pode ter consequências desastrosas para o turismo local, para a economia e para aqueles que sobrevivem desse modelo de negócio na nossa região. 

Os flutuantes, com mais de 900 unidades, compõem uma parte significativa da paisagem e da cultura ribeirinha de Manaus, porém são frequentemente apontados como os vilões da poluição no Tarumã-Açu. Mas verdadeiro problema reside na falta de saneamento, principalmente nos igarapés que deságuam na região. A decisão judicial, além de injusta, desconsidera o impacto social e econômico da desocupação. 

Em vez de simplesmente retirá-los, devemos buscar alternativas que permitam sua legalização e adequação às normas ambientais, garantindo um equilíbrio entre o entretenimento que proporciona, e a preservação ambiental. O Turismo de Experiência é uma das principais fontes de renda da região e os flutuantes desempenham um papel crucial nesse movimento econômico. 

É fundamental que as autoridades, órgãos responsáveis e profissionais do setor promovam um diálogo aberto e transparente com todas as partes envolvidas. 

Que possamos chegar a um consenso que mantenha viva a nossa verdadeira essência do "ribeirinho life style". Afinal, na nossa identidade manauara, onde a natureza e os rios são elementos centrais de nossa cultura, os flutuantes não são apenas estruturas de lazer, mas um reflexo do nosso modo de vida. 

Pela permanência regulamentada dos flutuantes do Tarumã-Açu, Turismo, Eu Acredito!

Siga-nos no
Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Turismo, eu acredito!

+ Turismo, eu acredito!