Compartilhe este texto

O que é bronquiolite? doença deixou filho de Bárbara Evans em UTI

Por Portal Do Holanda

04/06/2024 15h25 — em
Saúde e Bem-estar


Foto: Reprodução Instagram / Ilustrativa Pixabay

Bárbara Evans compartilhou nas redes sociais que um de seus três filhos precisou ser internado em um hospital no interior de São Paulo devido a um grave desconforto respiratório. O pequeno Antônio, de apenas seis meses, está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde domingo (02) e foi diagnosticado com bronquiolite.

A influencer também mencionou que seus outros dois filhos, Ayla e Álvaro, apresentaram sintomas gripais e precisaram ir à emergência no último fim de semana. No entanto, ambos foram liberados pelo médico para continuar o tratamento em casa.

"Todos os três estão com o pulmão ok, ninguém está com pneumonia, mas Ayla foi liberada, Álvaro também, e Antônio vai permanecer internado devido ao desconforto respiratório que está muito forte. Ele não está conseguindo mamar por causa do desconforto, e sua saturação também não está boa", disse ela no Instagram.

O que é bronquiolite?

A bronquiolite é uma inflamação dos bronquíolos (parte final dos brônquios) que afeta principalmente bebês menores de dois anos e é mais comum no inverno. Nos primeiros anos de vida, o sistema imunológico das crianças ainda é imaturo, o que as torna mais vulneráveis ao vírus sincicial respiratório (VSR), o principal causador da doença. Outros vírus como adenovírus, parainfluenza, influenza, rinovírus, bocavírus e metapneumovírus também podem ser responsáveis pela infecção. A principal forma de contágio é por meio de secreções respiratórias e contato direto, o que torna crianças que frequentam locais fechados, como creches, mais suscetíveis.

Sintomas

Os sintomas iniciais da bronquiolite são semelhantes aos de um resfriado: tosse, obstrução nasal, coriza e, às vezes, chiado no peito. “Os sinais e sintomas da bronquiolite são parecidos com os de uma crise de asma ou bronquite e duram entre 3 e 15 dias. Dificuldade para respirar e falta de ar são sinais de gravidade”, alerta o pediatra infectologista Márcio Nehab, do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz).

Tratamento

Não existe tratamento específico para a causa da bronquiolite; apenas tratamentos sintomáticos são possíveis. “A grande maioria das crianças com bronquiolite não chega à emergência, e das que procuram atendimento, poucas precisam ser internadas”, explica Márcio Nehab. Em casos leves, sem desconforto respiratório significativo, a criança pode ser cuidada em casa, controlando a febre e mantendo-a hidratada e alimentada.

A internação é necessária apenas quando a criança precisa de cuidados hospitalares específicos. “A principal indicação para internação é a baixa oxigenação no sangue, que requer tratamento com oxigênio. Além disso, pode ser necessário o uso de sondas nasogástricas ou nasojejunais para alimentação, ou hidratação intravenosa. Em casos graves, o bebê pode precisar de ventilação mecânica não invasiva ou invasiva para aliviar o desconforto”, esclarece o pediatra.

Crianças em grupos de risco, como prematuros extremos, cardiopatas e pneumopatas, têm maior probabilidade de serem hospitalizadas e de desenvolver formas graves da doença. “Para esses grupos, recomenda-se a vacina Palivizumabe, que aumenta a proteção contra o VSR. O protocolo do Ministério da Saúde indica o Palivizumabe para bebês prematuros de três grupos: aqueles nascidos com idade gestacional menor ou igual a 28 semanas e idade inferior a um ano, crianças com idade inferior a dois anos com cardiopatia congênita e repercussão hemodinâmica, e crianças com idade inferior a dois anos com doença pulmonar crônica da prematuridade que necessitam de tratamento de suporte nos últimos seis meses”, explica Márcio Nehab.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Saúde e Bem-estar

+ Saúde e Bem-estar