Compartilhe este texto

Hapvida já realizou mais de 12 mil partos normais em Manaus

Por Portal Do Holanda

10/05/2024 14h50 — em
Saúde e Bem-estar


Foto: Divulgação

Manaus/AM - Com uma média de cinco mil partos ao mês em todo o País, a Hapvida NotreDame Intermédica tem ultrapassado a meta estabelecida pela própria empresa de realizar 30% de partos normais na rede própria, que conta com 50 maternidades. No Amazonas, por exemplo, desde 2019, mais de 12 mil mulheres realizaram partos normais, o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) por apresentar vantagens em comparação à cesárea, que é uma cirurgia e, como tal, envolve riscos.

A diretora médica do programa Nascer Bem da Hapvida NDI, Daniela Leanza, lembra que sempre será priorizado e incentivado o parto adequado, que é a melhor opção tanto para a mãe quanto para o bebê. “Tudo vai depender das condições clínicas do binômio (mãe-bebê), mas sempre será avaliada qual a via de parto mais adequada para garantir o bem-estar dela e da criança, seja por meio da cesárea ou parto normal”, explicou.

Nas cidades brasileiras onde o programa Nascer Bem está em operação, o indicador de partos normais chega a 40%, bem acima da média da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), que é de 24,3% na rede privada no Brasil.

“O parto normal traz uma série de benefícios, como menor risco de o bebê apresentar desconforto respiratório e precisar ficar na UTI neonatal. Para a mãe, há menor risco de ter hemorragia e complicações da cirurgia, além de facilitar a amamentação e proporcionar uma recuperação física mais rápida”, completa a diretora médica do programa Nascer Bem.

Atualmente, no Amazonas, 1.892 gestantes estão sendo acompanhadas pela iniciativa. Para se ter uma ideia, somente no primeiro trimestre deste ano, 98 partos normais já foram realizados pela companhia, correspondendo a 37,5% dos procedimentos.

Internação neonatal

Na maior empresa de saúde da América Latina, um importante indicador é também a taxa de internação em UTI neonatal. A meta é que menos de 7% dos recém-nascidos precisem de cuidados intensivos nos primeiros dias de vida. Esse indicador reflete a qualidade da assistência ao parto e da assistência pré-natal. “O acompanhamento pré-natal é fundamental para prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças que podem complicar a evolução da gravidez”, relata Christine Marques, diretora médica do Programa Gestação Segura da Hapvida NDI.

Nascer Bem

Além de Manaus, Salvador, Fortaleza, Recife, Belém e Goiânia são as cidades onde está em atividade o programa Nascer Bem, que acompanha toda a jornada da gestante da descoberta da gravidez até o fim do puerpério. São 1.800 partos realizados mensalmente. Todas as gestantes que residem na região metropolitana das seis capitais podem participar do programa.

O grande diferencial é que as gestantes são acompanhadas durante todo pré-natal por médicos e enfermeiras obstetras, responsáveis pelo acolhimento integral, o que inclui orientações sobre parto e amamentação. Além disso, elas contam com uma central de agendamento e de monitoramento exclusivas para garantir o acesso às consultas de pré-natal durante toda a sua jornada.

Durante o pré-natal, as gestantes podem elaborar o plano de parto, discutindo pontos importantes como o acompanhante de sua preferência, o uso de ocitocina e a realização de episiotomia, por exemplo. Todas as possibilidades são levadas em consideração. “As preferências dela serão respeitadas ao máximo possível”, garante Christine Marques.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Saúde e Bem-estar

+ Saúde e Bem-estar