Compartilhe este texto

Autismo é diferente em homens e mulheres; saiba identificar sintomas

Por Portal Do Holanda

02/04/2024 11h19 — em
Saúde e Bem-estar


Foto: Divulgação/ Freepik

O diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista (TEA) em mulheres apresenta desafios diferentes do processo em homens. A camuflagem social, um comportamento frequentemente observado em mulheres autistas, torna a identificação dos sintomas mais complexa, levando a diagnósticos tardios ou até mesmo à invisibilidade do transtorno.

Segundo a Folha de S. Paulo, especialistas como a neuropsicóloga Joana Portolese, do Ambulatório de Autismo do HC-USP, explicam que as meninas autistas tendem a mascarar suas características para se encaixar em diferentes contextos sociais. Essa camuflagem pode se manifestar de diversas formas, como esforço para imitar o comportamento de outras meninas; supressão de interesses e comportamentos autênticos; desenvolvimento de habilidades sociais artificiais; camuflagem de dificuldades sensoriais.

Diagnóstico Tardio

O diagnóstico tardio do TEA em mulheres traz prejuízo no desenvolvimento de habilidades sociais e de comunicação, dificuldades na vida acadêmica e profissional, sofrimento psicológico e exaustão mental além de comorbidades como depressão, ansiedade e distúrbios alimentares.

Segundo a especialista, é importante estar atento a alguns sinais sutis que podem indicar autismo em mulheres, mesmo que camuflados, como a falta de motivação social e dificuldade em manter amizades, a dificuldade em manter contato visual, a dificuldade na integração entre comunicação verbal e não verbal, od interesses restritos e intensos e a sensibilidade sensorial atípica.

O diagnóstico precoce do TEA é fundamental para que as mulheres autistas recebam o tratamento adequado e desenvolvam todo o seu potencial. O tratamento pode incluir terapia ocupacional, fonoaudiologia, fisioterapia, terapia psicopedagógica e intervenções psicossociais.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Saúde e Bem-estar

+ Saúde e Bem-estar