Produtor de eventos é preso ao ser reconhecido em foto como assaltante

Por Portal do Holanda

20/09/2020 8h05 — em Policial

Foto: Reprodução

Um produtor de eventos identificado como Angelo Gustavo Pereira, de 28 anos, foi preso após ser reconhecido por uma foto postada na rede social como um dos envolvidos em um roubo de carro no Rio de Janeiro.

O crime teria ocorrido em 2014, mas Gustavo só foi apontado como suspeito há cerca de duas semanas, quando a vítima teria encontrado uma foto dele com outro homem preso na época do fato.

Ele foi julgado e condenado há seis anos de prisão, mas a defesa alega que ele não poderia ter participado do roubo, porque no dia do crime estava em casa se recuperando de uma cirurgia que havia feito no pulmão.

Segundo a vítima, no dia da ação, o veículo foi abordado por homens em três motos na Praia do Flamengo. O que anunciou o assalto e dirigiu o carro, seria o “amigo” que aparece na foto com o produtor. Ele seria um manobrista que também alega inocência.

Para os advogados de Angelo, a Justiça tem apenas o reconhecimento em foto, o que não seria suficiente para uma condenação. Eles acreditam que houve o produtor musical foi preso injustamente e traçam novas estratégias para entrar com uma ação pedindo a soltura do rapaz, uma vez que ele já foi condenado em primeira e segunda instância.

Para ele, há uma série de erros na apresentação da acusação e o juiz que decretou a sentença teria ignorado uma série de fatos como o fato do “amigo”, ser manobrista de carros e mesmo assim a vítima ter relatado que ele teve dificuldades para levar o carro por este, ser automático. Assim como o fato de Angelo está em processo de recuperação e mal conseguir andar.

Além disso, no dia do roubo ele teria participado da missa de sétimo dia de um amigo por volta das 20h, embora o crime tenha acontecido às 22h. A defesa também alega que o rapaz sequer tinha conhecimento da acusação até receber uma intimação para comparecer a delegacia para assinar um documento, lá ele teria recebido voz de prisão.