Polícia Federal nega nova perícia para investigar morte de João Pedro

Por Portal do Holanda

29/10/2020 5h19 — em Policial

João Pedro morto durante operação policial (Foto: Reprodução)

A Polícia Federal negou o pedido feito pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) para a realização de um novo exame de confronto balístico na investigação da morte do menino João Pedro, de 14 anos. Ele foi atingido por tiro de fuzil calibre 5,56, durante uma operação policial no Complexo de favelas do Salgueiro, em São Gonçalo, em maio deste ano.

De acordo com o Sistema Globo, o MPRJ solicitou à PF uma nova perícia para tentar identificar de qual arma partiu o disparo que matou João Pedro. O resultado da perícia realizada pela polícia do RJ deu inconclusivo e o pedido à PF seu deu pela estrutura da instituição que possui mais recursos.

A PF negou o pedido e informou que estava impossibilitada de atender a solicitação. "A estrutura pericial da PF é dimensionada, qualitativa e quantitativamente (em sentido humano e material), em congruência com as atribuições constitucionais e legais do órgão, que, notoriamente, possui competência numerus clausulus, e, portanto, responde por uma parcela relativamente pequena das demandas criminais, se comparadas às amplas funções que recaem sobre as forças repressivas estaduais", escreveu o superintendente da PF no RJ, Tácio Muzzi.