Compartilhe este texto

Idoso foi torturado e morto na BR-174 por funcionário revoltado com demissão

Por Portal do Holanda

01/07/2022 10h04 — em
Policial


Alan foi preso enquanto trabalhava - Foto: Divulgação

Manaus/AM – Um homem, identificado apenas como Alan, foi preso nessa quinta-feira (30), no bairro Tarumã, suspeito de participar da morte do agricultor, Ivan Batista Maciel, 69, morto no Ramal Hollywood, na BR-174, no último domingo (26).

No momento da prisão, ele estava trabalhando em um supermercado descarregando uma mercadoria. Conforme as investigações da Polícia Civil, Alan ajudou um outro homem chamado Romário, que é ex-funcionário da vítima a cometer o crime. Segundo o delegado Adriano Félix, Romário foi o cabeça do latrocínio.

Ele havia sido demitido dias antes do assassinato de Ivan e inconformado, planejou o assalto à casa do agricultor, que terminou com a morte dele.

“O Romário, que é o autor principal desse crime bárbaro, já trabalhou para a vítima. E pelo fato dele ter sido demitido e a forma como ele foi demitido, ele ficou muito chateado e voltou nesse domingo para praticar o crime e acabou matando”.

Em depoimento, Alan contou à polícia detalhes do dia do crime e revelou que em um primeiro momento, Ivan não acreditou que Romário estava o assaltando e achou que tudo não passava de uma brincadeira.

“No momento em que Ivan adentra no terreno, com seu veículo Strada, o Romário, que já o conhecia, vai falar com ele. Ivan acha até que é uma brincadeira, foi quando ele agarra a vítima, o Alan amarra os pés e as mãos dela e a leva até a sala. A partir daí, começa a sessão se tortura para saber onde estão as armas e o dinheiro que ele escondeu. E durante essa tortura, o Romário acaba desferindo dois golpes de facão no peito da vítima, levando-a à morte”, diz o delegado.

Na segunda-feira (27), um adolescente de 16 anos já tinha sido detido por suspeita de envolvimento no crime. Ele foi pego na casa de Alan com duas armas que foram roubadas da casa do agricultor.

O delegado explica que o adolescente entregou Alan e confessou ter sido chamado por Romário para cometer o latrocínio, mas diz que negou matar a vítima e aceitou apenas guardar as armas e outros objetos roubados durante a ação.

O menor foi denunciado por vizinhos que viram o momento em que Alan e ele entraram na casa e em seguida saíram levando TVs e mais itens de propriedade de Ivan.

 



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Policial

+ Policial