Homem preso por atacar filha em Manaus diz ser da Al-Qaeda

Por Portal do Holanda

04/05/2021 15h03 — em Policial

Na delegacia, homem se jogou no chão Foto: Reprodução

Manaus/AM - Após ser levado para a sede da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o homem identificado como Washington da Silva Lopes, de 36 anos, afirmou que teria tentado sacrificar a própria filha e agredir a mulher por sacrifício ao grupo terrorista Al-Qaeda, pela qual diz que é membro.

De acordo com o tenente Leandro Carvalho, da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a mãe da criança foi uma heroína ao se meter na frente da filha para protegê-la dos ataques. “A mãe impediu que o pai fizesse algo pior com uma criança. Ela segurou firme a faca, foi ferida, mas conseguiu salvar a vida da sua filha. Em seguida, quando chegamos, nós conseguimos mobilizar o o Washington. E ele mesmo disse que estava sob efeito de entorpecentes”, explicou ao ressaltar que o homem estava completamente descontrolado.

Segundo testemunhas, o homem chegou a destruir parte da casa da família, localizado na Rua A, Conjunto Canaranas, Zona Norte de Manaus. “Represento Al-Qaeda. Minha filha é santa, eu sou cristão. Sou filho de Deus. Vocês não podem me matar”, disse Washington para imprensa.

Embora o homem estivesse visivelmente transtornado, alguns vizinhos se aproximaram de Washington e pediram que ele se acalmasse. Os moradores do local também citaram que ele é um homem trabalhador e nunca havia cometido algo parecido.

A mulher e a filha do suspeito receberam apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foram encaminhadas para Pronto-Socorro João Lúcio e Joãozinho, onde receberam atendimento médico. Elas foram liberadas e estão prestando depoimento neste momento na Depca, onde o caso é investigado.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial