Siga o Portal do Holanda

Operação Nascituro

Médico é preso suspeito de praticar abortos em clínica clandestina em Manaus

Publicado

em

Divulgação

Manaus/AM - O médico Antônio Cabede foi preso na manhã desta quarta-feira (10), em Manaus, suspeito de atuar em uma clínica de aborto clandestina, durante a Operação Nascituro.

Segundo a polícia, o médico foi preso após o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) receber uma denúncia. As investigações duraram cerca de 30 dias. 

A Operação Nascituro cumpriu dois mandados de prisão temporária, contra o médico Antônio e sua esposa, além de mandados de busca e apreensão em dois endereços do casal. O MP-AM não confirmou se a companheira do médico foi presa.

No local onde os atendimentos eram feitos, no conjunto de Beija Flor, bairro de Flores, Zona Centro-Sul, com estrutura de recepção e atendimento médico, foram encontrados materiais hospitalares, instrumentos cirúrgicos e equipamentos próprios para a execução de abortos. A polícia também encontrou equipamentos para incineração com resíduos de material hospitalar descartado.

Cabede é ex-sócio do também médico Durval Herculano Carriço de Almeida, já falecido, que ficou conhecido por prática de abortos na capital.

 

 

 

Bolsonaro abre saco de maldades e mira o Amazonas

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.