Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Waldemir Santana ingressa contra busca e apreensão em sindicato, mas pedido é negado

Publicado

em

Por

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas  não teve êxito em seu mandado de segurança impetrado contra a decisão do presidente do pleito,  juiz Abraham Peixoto Campos Filho, que determinou dia 2  uma busca e apreensão na sede da entidade, onde foram apreendidos seis computadores, documentos e outros objetos.  A denúncia, segundo consta nos autos, foi feita pela coligação "O Futuro é Agora", apontando  que material de conteúdo depreciativo estava sendo feito contra Arthur Virgílio, candidato do PSDB  à Prefeitura de Manaus.


O juiz Marco Antônio Pinto da Costa  indeferiu inicial e abriu vista ao MP, afirmando que o autor do mandado de segurança não comprovou qual a ilegalidade cometida no cumprimento da medida judicial   e também não demonstrou por qual motivo o presidente do pleito era incompetente para expedir a ordem.

De acordo com Marco Antônio, a alegação de que o mandado   era definido para dois computadores, o do jornalista George Curcio e do presidente Valdemir de Souza Santana, na sala de imprensa, não foi comprovado, uma vez que os requerentes não anexaram aos autos cópia do mandado para comprovar suas alegações.

O magistrado diz em sua decisão ser imprescindível a cópia do mandado de busca e apreensão  para se apurar em que termos foi deferida a ordem e verificar a alegada ilegalidade no cumprimento da decisão.

Entenda o caso

A operação autorizada pelo juiz Abraham Peixoto apreendeu no dia 3 deste mês cerca de seis computadores de funcionários  e documentos na sede do Sindicato dos Metalúrgicos. A ação contou com o apoio das polícias Federal e Militar.

Os sindicalistas acreditam que a operação foi motivada por denúncias feitas pelo candidato à prefeitura de Manaus, Artur Neto (PSDB) e seu vice, Hissa Abraão Filho (PPS).
 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.