Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Vigilante liga deputado Sabino a suposto esquema para assassinar Marcos Cavalcante

Publicado

em

Por

O vigilante Clailton de Jesus Veiga da Silva teria sido abordado por homens que pediam informações sobre Marcos Cavalcante. Um deles teria dito:“Ta vendo esse aqui? É o Marcos Cavalcante. Esse aqui é que tá fudendo e sacaneando a gente". O Vigilante diz que ouviou um dos homens falando com o deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB). O caso está sendo apurado pela delegada Emília Ferraz Carvalho Moreira, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado.

A delegada Emília Ferraz Carvalho Moreira, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), desde abril do ano passado investiga um suposto esquema para matar o superintendente municipal dos Transportes Urbanos, Marcos Cavalcante. As investigações iniciaram depois do depoimento do vigilante Clailton de Jesus Veiga da Silva, 42, que trabalha na rua Huascar Angelim, no Aleixo. O vigilante  revelou que na madrugada do dia 7 de abril, homens armados, que estavam  em um Peugeot, de cor preta, sem placas, mostraram a ele  uma foto de Cavalcante.


 
De acordo com o vigilante, um dos homens disse “Ta vendo esse aqui? É o Marcos Cavalcante. Esse aqui é que tá fudendo e sacaneando a gente lá dentro. Os dias deles estão contados”. A testemunha afirmou que o motorista disse:  “só que nós não temos pressa não”.

No dia 28 de abril, o vigilante voltou a ser ouvido pela polícia,  desta vez em termo de assentada pela delegada Emília Ferraz. Clailton  afirmou que dois dias depois do primeiro depoimento à policia, acabou seu gás e saiu para comprar  próximo a Cassinha Branca CDC. Foi quando viu um dos homens  no carro, que este ocupava o banco do carona no Peugeot, e neste momento o desconhecido conversava com o deputado federal Sabino Castelo Branco.

O vigilante  disse que confirmava os depoimentos anteriores e que não tem dúvidas de que o policial militar Álvaro Brasil Santiago  era um dos homens que se encontravam  no carro no dia das ameaças dita e ele  contra Marcos Cavalcante, como também era quem ele viu conversando com o deputado Sabino Castelo Branco.

O soldado da PM  Álvaro Brasil  já foi ouvido pela delegada Emília Ferraz, e disse que não conhece Marcos Cavalcante e que nem sabe onde fica a Huascar de Figueiredo, no Aleixo.

Afirmou que também não conhece o deputado federal Sabino Castelo Branca, a não ser pela televisão,  e que nunca conversou com ele pessoalmente.

 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.