TRE arquiva MS de juiz que ofendeu corregedor

Por

23/04/2012 8h56 — em Amazonas

Manaus (Portal do Holanda) - O Mandado de Segurança impetrado pelo juiz Luís Cláudio Cabral Chaves contra a decisão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral que o afastou da 6ª Zona Eleitoral  de Manacapuru foi extinto sem a resolução do mérito.

A decisão monocrática no último dia 18 deste mês é do jurista Mário Augusto Marques da Costa. A ação perdeu o objeto porque  o magistrado deixou de integrar a Comarca de Manacapuru, ao ser provido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas para a Manaus.

Luís Cláudio Chaves enfrentou sérios problemas com o Pleno do Tribunal Justiça e do Eleitoral, quando se envolveu em uma discussão telefônica com o desembargador e corregedor do TRE, Flávio Humberto Pascarelli.

O Pleno do Tribunal aceitou em outubro de 2011 abrir Processo Administrativo Disciplinar contra o juiz, por conduta incompatível com os deveres da magistratura.  Ele era acusado de ofender com palavrões o corregedor da corte, desembargador Flávio Humberto Pascarelli, durante uma correição na comarca de Manacapuru. O juiz  chegou a mandar o desembargador ¨tomar no cu".

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas