Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Juiz que agrediu filhas será investigado

Publicado

em

Por

O juiz Eliezer Fernandes Júnior, acusado de agredir fisicamente as duas filhas na madrugada do dia 29 de agosto de 2010, não conseguiu escapar da instauração de Procedimento Administrativo Disciplinar. Na manhã de terça-feira, o Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas, por unanimidade, decidiu pela abertura do procedimento que investigará a conduta do magistrado.
 

Veja Também

Na semana passada, quando o desembargador e corregedor geral do Tribunal, Yedo Simões, começou a ler o relatório, o desembarbador  Domingos Jorge Chalub  pediu a palavra,  dizendo que para deliberação acerca da abertura do PAD, a sessão deveria ser secreta, apenas com a participação dos desembargadores.

Na terça-feira, a portas fechadas, ocorreu sessão secreta. O próprio magistrado denunciado pela esposa, a jornalista Jaqueline Brito, fez a sua defesa oral, mas não conseguiu convencer os desembargadores que  acompanharam o relator que votou pela instauração do PAD.

O desembargador Domingos Chalub, que pediu para que a sessão fosse secreta, não estava presente no Pleno.

Entenda o caso

Na madrugada dia dia 29 de agosto de 2010, de acordo com a denúncia, o juiz Eliezer Fernandes Júnior, a época respondendo pelas comarcas de Borba e Presidente Figueiredo, ao chegar no seu apartamento  localizado no residencial  Sol Morar, no Aleixo, e encontrar a filha com o namorado no quarto, a agrediu juntamente com  irmã. E ainda  teria ameaçado de morte o rapaz.

O caso foi registrado no 11º Distrito Integrado de Polícia, no bairro do Coroado, Zona Leste de Manaus.

Eliezer Fernandes Júnior, 46, acusado de agredir fisicamente as duas filhas - uma jovem de 16 anos e outra de 19 - disse que agiu como "qualquer pai" agiria, ao encontrar a filha mais velha no quarto, com o namorado. O caso de agressão foi registrado na manhã deste domingo (29), no 11º Distrito Integrado de Polícia, no bairro Coroado, zona Leste.

As duas filhas do magistrado e Francisco José da Costa, namorado, fizeram exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal, onde os legistas confirmaram as agressões.

A jornalista Jaqueline Brito, ex-esposa do juiz e mãe das meninas, não estava no apartamento do momento das agressões, mas declarou a imprensa a época do fato que o Eliezer sempre foi violento. 

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.