Funcionário do Tjam preso acusado de extorsão

Por

26/10/2012 10h58 — em Amazonas

Carlos Pedro da Silva Vieira, funcionário do Tribunal de Justiça do Amazonas, que se passava  por comissário e oficial de Justiça, foi preso ontem à noite acusado de extorsão. Ele   usava o carro oficial do Tribunal, um Ford modelo Fiesta, de placa NOR-3810. Carlos foi preso em flagrante em frente a um supermercado na avenida Torquato Tapajós, quando exigia  R$ 15 mil para liberar a Pickup S-10, de placa OAB-9520 Prata, de propriedade de Edson Macena de Alencar, apreendida por Carlos ilegalmente. Os policiais da Força-Tarefa o prenderam na hora em que se encontrava com a vítima. Foi preso ainda e levado ao 12º DIP para esclarecimentos José Valdinei Alves de Lima, caminhoneiro de 23 anos, que fazia companhia para o acusado no local da prisão.


Segundo os investigadores, José Valdinei Alves de Lima sabia que Edson Macena de Alencar desviava combustível de uma empresa  e  que vendia o produto do roubo. Ele teria chamado Carlos Pedro da Silva Vieira, que é funcionário do tribunal, cadastrado como auxiliar de judiciário 2, para fazer uma espécie de flagrante, que na verdade seria uma extorsão.

Os dois abordaram a vítima com oveículo do tribunal de justiça e o acusaram de desvio de combustível. Em seguida teriam  pedido a importância de R$ 30 mil. Sem dinheiro, a vítima entregou como garantia sua pickup, até arrecadar a quantia pedida.

Após investigação dos agentes da Força-Tarefa, a caminhonete foi encontrada no pátio de uma empresa do distrito industrial, sem saber que o veículo já havia sido encontrado e a vítima  se encontrava com a polícia, Carlos Pedro continuava pedindo dinheiro. Foi marcado um encontro para pagar a quantia e o acusado  preso em flagrante.

Segundo o diretor de Polícia Metropolitana de Manaus, Emerson Negreiros, ainda há dois policiais militares envolvidos, que serão ouvidos pela corregedoria da Secretaria de Segurança Pública e poderão responder na justiça militar.
Edson Macena de Alencar, que se diz vítima do falso oficial de justiça, será também investigado por crime pelo desvio de combustível.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas