Artur precisa ser mais do que um sobrevivente

Por

28/10/2012 22h28 — em Editorial

A eleição acabou. A hora não é de tripudiar sobre os derrotados, mas de acompanhar as ações do candidato eleito e as escolhas que fará no futuro. A começar pelo secretariado, que deve ser - espera-se - constituído de  pessoas acima de qualquer suspeita. Não de amigos que não tenham condições de contribuir com a cidade, ou de parentes, mesmo aqueles por "afinidade", que geralmente são uma usina de produzir amarras e embaraços.

De Artur Manaus espera integridade, independência, compromissos com o seu destino.

Aparentemente submissa e silenciosa, Manaus protesta a cada quatro anos e sua cobrança é implacável. Quem não a conhece sucumbe lá na frente. Artur precisa ser mais  do que um sobrevivente. 

O Portal do Holanda, que apoiou Artur, se sente com autoridade para cobrá-lo e fiscalizá-lo, pois é assim, entendemos, que estaremos contribuindo para que faça o governo    que  prometeu durante a campanha: sério, austero, duro com as irregularidades, democrático na demonstração dos gastos e com o  desembaraço necessário para ouvir a sociedade.

Raimundo Holanda

 

NULL