Siga o Portal do Holanda

Resídiuos

Lixão Zero: Cinco municípios do Amazonas concorrem a recursos de R$ 7 milhões

Publicado

em

Procuradores terão que optar entre as maçãs e a vovozinha


O Amazonas está concorrendo a mais de R$ 7 milhões em edital inédito do Ministério do Meio Ambiente que faz parte do programa Lixão Zero e é voltado à coleta seletiva, compostagem, biodigestores e inclui campanhas de educação ambiental nas escolas. Os projetos inscritos na seleção, voltados ao tratamento especial de lixo em municípios do interior, foram elaborados pela Companhia de Desenvolvimento do Amazonas (Ciama).

De acordo com o presidente da Ciama, Aluizio Barbosa, a Companhia não mediu esforços para atender as prefeituras a concorrer nesse edital, pois é determinação do governo estadual buscar melhoria no tratamento de lixo dos municípios.

O município de Uarini apresentou o projeto que pode obter o maior valor do MMA: R$ 1,89 milhão

O presidente ainda comemorou pelo resultado do trabalho em conjunto com a Associação Amazonense dos Municípios (AAM), com quem a Ciama possui uma parceria de cooperação técnica. “Toda a equipe do nosso Espaço de Apoio às Prefeituras, com a participação da AAM na divulgação do edital, colaborou para conseguirmos entregar, no prazo apertado de uma semana, projetos para os municípios de Uarini, Novo Airão, Lábrea, Urucará e Urucurituba”.

Mobilização 

De acordo com o coordenador do Espaço de Apoio às Prefeituras, da Ciama, o economista Fernando Folhadela, houve uma mobilização de Ciama e AAM para que os municípios apresentassem a documentação necessária para concorrer aos valores de R$ 1 milhão a R$ 5 milhões em equipamentos e capacitações para a gestão de resíduos.

Isso porque, segundo a engenheira e especialista em Gestão Ambiental, Kathleen Machado, além de equipamentos, os projetos foram montados com um grande diferencial. “O edital nos permitiu incluir a capacitação de servidores municipais sobre a gestão de resíduos sólidos e material para campanhas de educação ambiental nas escolas, como panfletos, cartazes e cartilhas educativas, pois a questão do tratamento do lixo precisa começar com as crianças”, acentuou.

Valores previstos nos projetos do Amazonas

Uarini            R$ 1.891.618,79

Novo Airão    R$ 1.393.945,13

Lábrea           R$ 1.325.232,17

Urucará         R$ 1.598.875,97

Urucurituba    R$ 1.206.666,57

Total:              R$ 7.416.338,63

Em relação à aquisição de equipamentos, os projetos do Amazonas privilegiaram o tratamento de resíduos secos, úmidos e a instalação de unidades de triagem de resíduos recicláveis e compostagem.

O resultado final do edital para todo o Brasil sai em novembro. Todos os municípios brasileiros com mais de 200 mil habitantes puderam se candidatar.

Esforço municipal 

Karla Batalha, secretária de Administração do município de Uarini, veio a Manaus acompanhar a equipe da Ciama na elaboração dos projetos para o edital do Ministério do Meio Ambiente. “Exemplos como esse devem ser destacados, porque são um esforço dignificante em busca de capacitação, visando o bem geral do município”, comentou o presidente da Ciama.

“Eu já havia participado de um curso ministrado pela Ciama no mês passado, em Tefé, e percebi que os projetos precisam cumprir padrões para não serem simplesmente descartados quando chegam a Brasília. Assim, achei importante fazer esse esforço porque quero contribuir, no futuro, com a melhoria do tratamento de lixo em Uarini”, explicou a secretária.

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.