Artista plástico amazonense, Roberto Evangelista, morre aos 73 anos

Por Portal do Holanda

13/11/2019 12h07 — em Amazonas

Foto: Reprodução

Manaus/AM - O artista plástico amazonense Roberto Evangelista, aos 73 anos, morreu em decorrência de um infarto, na tarde da última terça-feira (12). Inovador, Roberto conquistou reconhecimento internacional com instalações originais, que refletiam sua visão especial sobre a Amazônia. 

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa lamentou o falecimento. “Evangelista foi um homem de arte tão forte quanto suas convicções. Suas obras deixam vivas as memórias dele em nós”, destacou o secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

No mês passado, Roberto Evangelista esteve no Teatro Amazonas para a primeira exibição do filme “Arte & Transcendência”, que o artista e realizador audiovisual Sergio Cardoso produziu sobre ele.

Com 41 minutos de duração e produzido entre 2012 e 2013, o documentário aborda impressões do artista visual, premiado na Bienal de 1976 e em salões de arte nacionais e internacionais. “Ele fez trabalhos originalíssimos, uma leitura do mundo espiritual amazônico em instalações que percorreram o mundo”, observa Cardoso.

O velório de Roberto Evangelista está acontecendo no Núcleo Caupuri do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal (avenida Laguna, 9, Lírio do Vale), onde ele era Mestre. O enterro será às 16h30, no Cemitério Municipal de São João (avenida Boulevard Álvaro Maia, bairro Nossa Senhora das Graças).


+ Amazonas