Jovem que matou namorada trans tatuou iniciais do casal após o crime

Por Portal do Holanda

25/08/2020 11h12 — em Policial

Foto: Reprodução Redes sociais

Manaus/AM - Jonathan Richard,18, que assassinou a namorada trans Luara Redfield, 23, fez uma tatuagem em homenagem a vítima um dia após ter cometido o crime. A inscrição traz a inicial do casal: J e L.

Luara passou quase 15 dias desaparecida e foi encontrada sem vida em um parque no último sábado (22). Os peritos disseram que ela foi morta no mesmo dia em que sumiu, em 10 de agosto.

O assassino confesso chegou a compartilhar a foto dela nas redes sociais pedindo ajuda para encontrá-la, mas dias depois de o corpo ser achado, Jonathan foi preso.

Na delegacia ele contou que matou a jovem após uma discussão, porém, alegou que estava bêbado e não lembra o que teria desencadeado a briga.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial