Compartilhe este texto

Presidente de Israel pede desculpas por ataque contra ONG em Gaza que matou 7

Por Folha de São Paulo

02/04/2024 20h30 — em
Mundo



AFP

JERUSALÉM

Isaac Herzog conversou com o chef José Andrés, fundador da organização WCK, que distribui ajuda humanitária

(FOLHAPRESS) Em 02/04/2024 16h10

O presidente de Israel, Isaac Herzog, pediu desculpas nesta terça-feira (2) pela morte de sete funcionários da ONG World Central Kitchen (WCK) em um bombardeio das forças israelenses enquanto eles distribuíam alimentos na Faixa de Gaza.

Herzog conversou com o fundador da WCK, o chef José Andrés, e "expressou sua profunda tristeza e suas sinceras desculpas pela trágica morte da equipe da WCK", segundo comunicado de seu gabinete. O presidente também "enviou suas condolências às famílias e amigos" das vítimas, de acordo com a nota.

Veículo da ONG World Central Kitchen (WCK) atingido por ataque das forças de Israel em Deir al-Balah Yasser Qudih - 1.abr.2024/Xinhua Veículo da ONG World Central Kitchen (WCK) atingido por ataque das forças de Israel em Deir al-Balah **** Um ataque de Israel atingiu um comboio que saía de um armazém em Deir al-Balah, no território palestino, onde funcionários descarregaram mais de cem toneladas de alimentos que chegaram a Gaza por via marítima.

Além de palestinos, há entre as vítimas cidadãos da Polônia, do Reino Unido e da Austrália, além de um com dupla nacionalidade dos Estados Unidos e do Canadá. Eles viajavam em três veículos, dois deles blindados e com o logotipo da WCK, e haviam coordenado seu deslocamento com o Exército de Israel, disse a organização em um comunicado.

Galeria A fome em Gaza Israel mantém faixa palestina sob cerco total desde início da guerra Israel-Hamas, em 7 de outubro de 2023 https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/1794815090460619-imagens-mostram-as-mazelas-da-fome-na-faixa-de-gaza-durante-a-guerra-israel-hammas *** Mais cedo, o primeiro-ministro do Estado judeu, Binyamin Netanyahu, disse que lamentava as mortes, mas que "isso acontece em tempos de guerra". "Estamos investigando minuciosamente o assunto, estamos em contato com os governos [dos estrangeiros entre os mortos] e faremos de tudo para garantir que isso não aconteça novamente", afirmou o premiê em um pronunciamento por vídeo.

Após o ataque, a WCK informou que pausaria suas operações na região imediatamente. De acordo com autoridades do Chipre, de onde a ajuda humanitária partiu em direção ao território palestino, embarcações com as 240 toneladas restantes de recursos que ainda seriam desembarcadas deram meia-volta.

Newsletter Lá fora Receba no seu email uma seleção semanal com o que de mais importante aconteceu no mundo *** O presidente dos EUA, Joe Biden, falou por telefone com Andrés para prestar suas condolências, e a Casa Branca disse estar "indignada" com o ataque. Segundo o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, o governo americano espera que Israel faça uma investigação ampla e transparente sobre o ocorrido, e responsabilize os culpados.

Ele ainda classificou as imagens como "devastadoras", considerando todas as precauções tomadas pelo grupo para se proteger.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo