Israel aprova dissolução do Parlamento

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

02/12/2020 21h04 — em Mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Deputados israelenses aprovaram, nesta quarta-feira (2), a dissolução do Knesset, como é conhecido o Parlamento de Israel, e deram mais um passo em direção à quarta eleição no país no período de dois anos.

O projeto de lei, apresentado pela oposição ao premiê Binyamin Netanyahu, recebeu 61 votos a favor e 54 contra. Para de fato dissolver o Knesset, o texto ainda precisa ser aprovado em outras três votações.

A aprovação desta quarta, porém, também representa um novo dano à já delicada e complexa relação entre Netanyahu e Benny Gantz, ministro da Defesa que integra o governo de coalizão formado depois de três eleições nas quais nenhuma maioria se formou.

Netanyahu foi à TV após a aprovação. "Benny Gantz tem que acionar o freio de emergência."

Já o ministro disse que o premiê não seguiu o que foi acordado no governo de união. "Netanyahu prometeu unidade. Ele disse que não haveria truques e jogos. Mas ele não cumpre suas promessas e o povo acaba pagando."

+ Mundo