Médica cria camisinha "anti-estupro" que pode deixar agressor 'capado'

Por Portal do Holanda

06/08/2015 19h00 — em Mundo

A médica sulafricana Sonnet Ehlers anunciou a criação de uma uma camisinha feminina que 'morde' o pênis de um homem que esteja tentando estuprar a mulher. A "Rape-aXe" possui uma série de 'dentes' que são acionados se algo penetrar o órgão sexual da mulher. A camisinha ainda foi pensada de maneira que o estuprador não sangre dentro da mulher, evitando também a chance de passar doenças como a AIDS. Para financiar a invenção, a doutora Ehlers vendeu seu carro e até sua casa. Ela planejava distribuir 30 mil unidades durante a Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, mas não obteve apoio governamental.

Estupros são um problema sério no continente. Uma pesquisa apontou que 28% dos homens já admitiram terem abusado sexualmente de uma mulher, e um em cada 20 entrevistados admitiu ter feito isso no ano passado.