Compartilhe este texto

Matheus Baldi se defende após críticas por vazar gravidez de Klara Castanho

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/06/2022 17h35 — em
Famosos & TV



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Matheus Baldi se pronunciou nesta segunda-feira (27), no "Fofocalizando" (SBT), após o "Fantástico" (TV Globo) veicular uma matéria na noite de domingo (26) apontando o jornalista como o primeiro a vazar a gravidez da atriz Klara Castanho, vítima de estupro. Baldi descreveu como recebeu a informação e como foi o contato com Klara e sua assessora antes de deletar a publicação sobre o parto, a pedido da atriz.

Segundo o jornalista, tudo começou com mensagens de alguns seguidores apontando mudanças no corpo de Klara e sugerindo que ela poderia estar grávida, mas que, na ocasião, ignorou os recados. Dias depois, ele teria recebido de "uma fonte muito segura" a informação de que uma atriz global de 20 e poucos anos estaria grávida.

"Passados seis dias que essa pessoa me contou, eu recebi uma ligação de uma pessoa que tinha provas, certeza, de que a atriz Klara Castanho estava grávida. Ao receber essa informação da pessoa tendo provas e me dando certeza daquela gravidez, imediatamente eu mandei uma mensagem pra Klara Castanho. [...] Também formalizei na sequência um e-mail pra assessoria de imprensa da Klara Castanho, perguntando se procedia aquela informação", afirmou, acrescentando que não obteve retorno.

"Várias notas que eu trato e apuro, várias vezes o assessor não responde, o artista não responde, mas eu, tendo provas suficientes, eu torno aquilo público, seguro dentro do meu processo de apuração", continuou.

Na sequência, Baldi mostrou a publicação que fez no dia 24 de maio. Nela, diz que "fontes muito seguras" haviam informado ele de que Klara teria dado à luz há cerca de 15 dias, mas teria optado por manter a informação em sigilo. Segundo o jornalista, minutos depois, a assessora de Klara ligou para ele pedindo que ele apagasse o post.

Ainda de acordo com ele, após falar com uma advogada, a assessora voltou a ligar para ele, desta vez, revelando que Klara havia sofrido um estupro. Após isso, Klara teria entrado na ligação pedindo que ele apagasse a publicação.

"Naquele mesmo instante eu disse: 'Claro, vou apagar.' E apaguei. Eram poucos minutos depois, mas ao mesmo tempo aquilo me atormentou e, depois, a Klara me enviou uma mensagem agradecendo pelo que eu tinha feito. Mas eu não vou expor aqui a mensagem que a Klara me mandou", disse, mostrando, em seguida, uma mensagem que teria sido enviada pela assessora de Klara, identificada como Muniky. Nela, a profissional agradece Baldi por sua atitude.

Por fim, o jornalista se defendeu de críticas por ter divulgado a informação.

"Naquele momento em que eu apago o post da Klara, eu tinha plena consciência de que deixou de ser uma fofoca, deixou de ser uma notícia, se tratava de um crime, que inclusive o criminoso tem que pagar por isso. Mas não cabia mais a mim entrar nessa história. Eu arquivei, eu deletei, eu nunca mais mexi nessa história", disse.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Famosos & TV

+ Famosos & TV