Compartilhe este texto

Artistas convocam protesto contra falas racistas de vereador em São Paulo

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

18/05/2022 23h36 — em
Famosos & TV



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Artistas estão convocando fãs no perfil Pagode Consciente, no Instragram, para um ato contra racismo "Coisa de Preto", nesta quinta-feira (19), às 10h, em frente à Câmara Municipal. Eles afirmam que protesto é a resposta a falas racistas do vereador Camilo Cristófaro (Avante) e pedem a cassação dele.

Os cantores Netinho de Paula, Claudinho de Oliveira (ex-Soweto) e Leandro Lehart (Art Popular) são alguns dos famosos que estão convocando o protesto. "O ato tem muita representatividade e os meus amigos vereadores e companheiros da Câmara vão apoiar porque eles não compactuam com o preconceito", diz Netinho, cantor e ex-vereador.

O cantor Royce do Cavaco diz que é muito importante a participação de todos no protesto. "É um ato contra o racismo, a discriminação contra o cidadão negro, contra a comunidade negra e também abominando qualquer ato contra o samba, nossas culturas populares e manifestações culturais do nosso Brasil."

Procurado pelo reportagem, o vereador disse que fez uma brincadeira com o Anderson Xuxu, chefe da subprefeitura do Ipiranga, que é negro, em um galpão de carros sobre a limpeza no local: "Isso aí é coisa de preto". Mas Cristófaro justificou que costuma brincar com Anderson, que o chama de "carequinha e velhinho".

Cristófaro afirmou que não é racista e que 70% das pessoas que o acompanham são negros. "Um erro, cometi um erro. Eu peço desculpas a toda população negra por esse episódio que destrói toda a minha construção política na busca de garantia à cidadania dos paulistanos", disse.

​O vereador falou ainda que, apesar da fala racista, não é uma pessoa racista nas atitudes e com o tempo as pessoas terão a oportunidade de constatar isso. "Venho de uma geração onde as piadinhas eram normais e preciso passar por uma desconstrução desses preconceitos."

A vereadora Elaine do Quilombo Periférico (PSOL) foi nomeada na terça-feira (17) relatora do processo de cassação do vereador Camilo Cristófaro (Avante), que usou uma expressão racista em sessão da Casa.

No dia 3 de maio, Cristófaro foi flagrado durante uma sessão virtual da Câmara usando a expressão "é coisa de preto", ao falar com um interlocutor.

Ele pediu desculpas, mas isso não evitou que fosse aberto processo disciplinar contra o vereador, que corre o risco de cassação. A vereadora terá dez dias, prorrogáveis por mais dez, para produzir o documento.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Famosos & TV

+ Famosos & TV