Yago quer levar protagonismo obtido no Flamengo para seleção de basquete

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

25/11/2021 10h06 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A seleção brasileira masculina de basquete inicia nesta sexta-feira (26) um novo ciclo de trabalho. Após ficar sem vaga nas Olimpíadas de Tóquio, o time mudou de treinador e começará a pôr em prática o processo de renovação nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2023.

Os primeiros compromissos serão diante do Chile, às 18h10 desta sexta e às 19h10 de sábado (27), ambos com transmissão da ESPN. Os jogos acontecem em Buenos Aires, sede da "bolha" organizada para a primeira rodada do torneio qualificatório das Américas.

Será a estreia do técnico Gustavo de Conti, 41, anunciado em setembro como substituto do croata Aleksandar Petrovic. Dentro da quadra, atletas de diferentes idades terão a chance de iniciar trajetórias de liderança no elenco nacional.

Medalhões como Anderson Varejão, 39, Alex Garcia, 41, e Marcelinho Huertas, 38, que vestiram a camisa verde-amarela nas últimas décadas e atuaram no Pré-Olímpico, em julho, não estão presentes. Marquinhos, 37, se aposentou oficialmente da seleção antes da participação no torneio em que os brasileiros perderam a chance da vaga em Tóquio no último jogo, contra a Alemanha.

Entre os novos candidatos a protagonista está o armador Yago Mateus, 22. Apontado como uma das maiores revelações do basquete brasileiro nos últimos anos, o atleta revelado no Palmeiras disputa o NBB desde a temporada 2016/17, quando fez sua estreia profissional pelo Paulistano.

Após um vice-campeonato (2017) e um título inédito (2018) do NBB com o clube da capital paulista, em 2020 o armador foi contratado pelo Flamengo, principal potência do país.

No time rubro-negro, Yago começou como reserva do argentino Franco Balbi, mas o substituiu após uma grave lesão do companheiro e liderou a equipe em uma temporada vitoriosa. Além do título nacional, quando Yago foi eleito o melhor jogador das finais contra o São Paulo, os cariocas conquistaram a Champions League Américas.

O Flamengo também é comandado por Gustavo de Conti, que dois anos antes de Yago já havia feito o mesmo caminho ao deixar o Paulistano. O passado e o presente vencedores da dupla inspiram confiança de que a terceira reunião entre Yago e Gustavinho, agora na seleção, também possa dar bons frutos.

"Além de me ensinar, ele me aceitou do jeito que eu sou. Conseguiu me encaixar no Paulistano sem que eu precisasse mudar meu meu estilo de jogo, agressivo e de sempre correr a quadra", afirma o armador à reportagem. "Colocar um jogador de 17 anos em uma final, com ginásio lotado, é para poucos. Então é um cara em que eu confio muito, e ele confia muito em mim também."

Yago tem 1,78 m, estatura considerada baixa no basquete mesmo para armadores, mas se destaca principalmente pela capacidade de pontuar com arremessos e ataques incisivos em direção à cesta. O estilo de jogo foi bancado pelo treinador e rendeu a ambos, ainda no time de São Paulo, posições de destaque no cenário nacional.

A confiança mútua não exime o "monstrinho" (apelido do atleta) das cobranças do técnico, conhecido pelo estilo enérgico de comando. Segundo o jogador, as broncas constantes servem para que ele permaneça em evolução.

"Eu nunca tive um técnico como ele, que todo dia está no meu pé. No começo achava que ele não gostava de mim, mas quando chegavam os momentos importantes eu estava na quadra. Então comecei a pensar que se ele estava pegando muito no meu pé era porque queria que eu melhorasse em algo e que um dia confiaria em mim", diz.

Hoje Yago se vê preparado para contribuir muito além da pontuação. Alçado à condição de armador titular do Flamengo, ele se viu bem recebido por nomes históricos do time rubro-negro, como os veteranos Olivinha, 38, e Marquinhos (atualmente no São Paulo).

Novamente em alta no início da temporada pelo clube, o jovem espera poder repetir o caminho na seleção brasileira. "Sou novo ainda, lógico que vou errar muita coisa, mas sempre que tem alguns momentos de adversidade eu quero ser o líder, tomar conta, porque fui criado assim na minha família e no basquete."

Yago também gosta de mostrar que tem os pés no chão. Carismático, cativou os torcedores flamenguistas rapidamente com seu desempenho e ao comemorar em quadra da mesma maneira que Gabigol. Não nega o sonho de um dia jogar na NBA ou nas principais ligas europeias, mas também fala com tranquilidade sobre os pontos em que pode se sair melhor: defesa, leitura de jogo, assistências e controle do time.

A liderança e o protagonismo que ele busca nas partidas também começaram a se refletir fora delas. Recentemente, o atleta participou da criação, junto com a família, do projeto social Monstrinho, voltado para crianças e adolescentes de Tupã (sua cidade natal, no interior de São Paulo).

O dia a dia das atividades, que têm o esporte como pano de fundo na Casa do Garoto de Tupã, é tocado pelo irmão do jogador, Wilton Adriano, o Mião.

"O projeto funciona na creche em que a minha família cresceu e foi onde eu tive o primeiro contato com o basquete. Hoje a gente pode voltar lá e devolver um pouco do que o basquete nos deu. Queremos dar uma oportunidade de a pessoa sonhar em ser não o próximo Yago, mas quem ela quiser. Quando eu tinha seis anos eu pude fazer parte disso e olha onde eu estou hoje", afirma orgulhoso.

*

ELIMINATÓRIAS DA COPA DO MUNDO DE BASQUETE-2023

Formato

Dezesseis seleções das Américas estão divididas em quatro grupos. Após jogos de ida e volta (seis no total), as três melhores avançam e formam duas novas chaves, cada uma com seis times. Os resultados iniciais são carregados para a nova etapa, em que só se enfrenta quem não estava no mesmo grupo na fase anterior.

Os três primeiros de cada uma das chaves e o melhor quarto colocado garantem vaga no Mundial, que será realizado de 25 de agosto a 10 de setembro de 2023, em três países: Japão, Filipinas e Indonésia.

Brasil

O país está no Grupo B, ao lado de Chile, Colômbia e Uruguai. As próximas janelas serão em fevereiro e junho/julho de 2022. Na fase seguinte os adversários sairão da chave que tem Estados Unidos, Porto Rico, México e Cuba.

Jogadores convocados por Gustavo de Conti

Armadores

Yago - Flamengo

Elinho - São Paulo

Alas/Armadores

Vitor Benite - Burgos-ESP

Georginho - SESI Franca

Alas

Gui Deodato - Minas

Rafa Mineiro - Flamengo

Gabriel Jaú - Bauru

Jonas Buffat - Pinheiros

Alas/pivôs

Lucas Dias - SESI Franca

Bruno Caboclo - São Paulo

Timothy Soares - Ironi Ness Ziona-ISR

Pivôs

Lucas Mariano - SESI Franca

Cristiano Felício - Ratio Ulm-GER


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes