Titular com Coelho, Otero não consegue sequência com Mancini no Corinthians

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

25/10/2020 18h32 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Há quase duas semanas no comando do Corinthians, o técnico Vagner Mancini pouco teve à disposição um jogador que se tornou importante para a equipe sob o comando de Dyego Coelho. Somando convocações e suspensões, o venezuelano Rômulo Otero esteve disponível apenas em uma das três partidas comandadas por Mancini: a derrota por 5 a 1 para o Flamengo.

Na goleada sofrida, Otero levou o terceiro cartão amarelo e ficou suspenso para o jogo contra o Vasco. Antes disso, havia desfalcado o Corinthians contra o Athletico Paranaense por ter sido convocação pela seleção venezuelana para as Eliminatórias para a Copa do Mundo. O time paulista venceu os dois duelos que fez sem o meia.

A dificuldade para Mancini testar a equipe com Otero continuará, pelo menos, durante as próximas três semanas. Por já ter atuado pelo Atlético-MG na Copa do Brasil, o venezuelano não poderá ser escalado contra o América-MG, pelas oitavas de final, nos dias 28 desse mês e 4 de novembro. Mais uma vez convocado pela Venezuela, Otero ainda desfalcará o Corinthians contra o próprio Atlético-MG, no dia 14 de novembro, pela 21ª rodada do Brasileirão.

Durante esse período, os únicos dois jogos em que Otero ficará à disposição de Mancini serão contra o Internacional, no próximo sábado (31), e diante do Atlético-GO, no dia 7 de novembro.

Enquanto Coelho era técnico do Corinthians, Otero só não atuou contra Santos e Ceará, porque estava defendendo a Venezuela nas Eliminatórias. Nos outros cinco, contra Fluminense, Bahia, Sport, Atlético-GO e Red Bull Bragantino, começou entre os titulares. Seu único gol pelo clube, inclusive, foi nessa sequência: vitória por 3 a 2 sobre o Bahia.

O Corinthians se prepara para entrar em campo na próxima quarta-feira (28), contra o América-MG, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.