Compartilhe este texto

Palmeiras e Fla fazem jogo truncado, de pouca inspiração e ficam no empate

Por Folha de São Paulo

21/04/2024 17h30 — em
Esportes



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Cartões de sobra, bola na rede em falta. Palmeiras e Flamengo fizeram um jogo sem muita criatividade e ficaram no empate sem gols no Allianz Parque, neste domingo (21), pelo Brasileiro.

Com o resultado, o Alviverde chega a quatro pontos, enquanto o Rubro-Negro vai a sete e perde os 100% de aproveitamento que tinha até aqui. O placar fez também os cariocas manterem o tabu no Brasileiro. A última vitória do Palmeiras no duelo foi na edição de 2017.

As equipes voltam a campo no meio da semana, pela Libertadores. O Palmeiras visita o Independiente del Valle, e o Fla enfrenta o Bolívar, fora de casa.

Na próxima rodada do Brasileiro, os comandados de Abel Ferreira têm o clássico com o São Paulo, e o time de Tite tem o Botafogo pela frente.

Como foi o jogo

O primeiro tempo não foi muito animador para as torcidas. Palmeiras e Flamengo fizeram um duelo truncado, com muitas faltas, paralisações e poucas chances de gol criadas. As equipes ficaram presas no meio de campo e, quando conseguiam chegar próximo à área adversária, cometeram erros na finalização das jogadas.

A disputa mais física e o alto número de faltas resultaram em diversas punições com cartões amarelos. Foram sete apenas nos primeiros 45 minutos, e nem o técnico Tite escapou. Próximo do intervalo, houve ainda um começo de empurra-empurra, após Bruno Henrique e Weverton se estranharem.

Na volta do intervalo, o jogo ganhou em intensidade e ficou um pouco "mais claro", com os times achando espaços com um pouco mais facilidade. Porém, não demorou para o ritmo voltar ao da etapa inicial, com faltas e preso entre as intermediárias.

Para furar a defesa adversárias, estratégias diferentes. O Palmeiras tentava explorar a velocidade, principalmente com Endrick, enquanto o Flamengo apostava nas ligações mais diretas. Na reta final da partida, as equipes ficaram mais abertas, o que gerou chances um pouco mais claras, mas sem sucesso - Aníbal Moreno balançou a rede, mas estava impedido.

Lances importantes

Pegou. Aos 18 minutos do 1º tempo, Bruno Henrique acionou Luiz Araújo na entrada da área. Ele dominou e finalizou, mas Weverton fez a defesa.

Perigo. Aos 33 minutos do 1º tempo, Raphael Veiga cobrou escanteio, Murilo cabeceou e a bola saiu com perigo, à direita do gol de Rossi.

Por cima. Aos 35 minutos do 1º tempo, Mayke cruzou pela direita, Flaco López cabeceou e a bola passou por cima do gol rubro-negro.

Espalmou. Aos 17 minutos do 2º tempo, Bruno Henrique avançou e passou para Arrascaeta, na frente da área. O uruguaio girou e bateu, mas Weverton espalmou por cima do gol.

Quase. Aos 29 minutos do 2º tempo, Pulgar errou na saída de bola. Raphael Veiga tocou para Endrick, que chutou de fora da área, e a bola passou perto da trave esquerda de Rossi.

Para fora. Aos 41 minutos do 2º tempo, Lázaro achou Gabriel Menino sem marcação. Ele avançou com espaço e arriscou, mas mandou para fora.

Não valeu. Aos 42 minutos do 2º tempo, Menino cobrou falta e Aníbal Moreno, de cabeça, balançou a rede, mas a arbitragem indicou impedimento.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 0 FLAMENGO

Competição: Campeonato Brasileiro - 3ª Rodada

Data e hora: 21/4/2024, às 16h (de Brasília)

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Árbitro: Rodrigo Jose Pereira de Lima (FIFA/ PE)

Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (FIFA/ CE) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)

VAR: Daniel Nobre Bins (VAR-FIFA/ RS)

Cartões amarelos: Mayke, Murilo, Weverton, Gustavo Gómez, Abel Ferreira, Rony (PAL); Allan, Tite, Léo Pereira, Bruno Henrique, Pulgar (FLA)

Cartões vermelhos: -

Gols:

Palmeiras: Weverton; Gustavo Gómez, Luan, Murilo (Estêvão) e Mayke (Marcos Rocha); Aníbal Moreno, Richard Ríos (Gabriel Menino) e Raphael Veiga (Lázaro); Piquerez, Flaco López (Rony) e Endrick. Técnico: Abel Ferreira

Flamengo: Rossi; Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, Allan (Gerson) e Arrascaeta; Luiz Araújo (De la Cruz), Carlinhos (Pedro) e Bruno Henrique. Técnico: Tite


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes