Olimpia vence o Inter nos pênaltis e encara o Flamengo nas quartas da Libertadores

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/07/2021 7h36 — em Esportes

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O Olimpia está nas quartas de final da Libertadores. Nesta quinta-feira (22), no Beira-Rio, o time paraguaio empatou em 0 a 0 com o Inter, repetindo o placar do jogo de ida, mas levou a melhor nos pênaltis com vitória por 5 a 4. Thiago Galhardo errou o pênalti decisivo.

Durante o tempo normal, o Colorado acumulou chances desperdiçadas, teve um gol anulado e ainda viu o meio-campista Edenilson desperdiçar uma cobrança pênalti —algo inédito em sua trajetória pelo time.

O Olimpia agora terá pela frente o Flamengo nas quartas de final. O Rubro-Negro confirmou classificação ontem (21) ao bater o Defensa y Justicia por 4 a 1, em Brasília.

FOI BEM: AGUILAR PEGA TUDO

O experiente goleiro Alfredo Aguilar, 33, foi grande personagem do jogo. Ele defendeu repetidos lances cara a cara com jogadores do Inter, incluindo o pênalti de Edenilson

FOI MAL: QUANDO EDENILSON FALHOU

Edenilson perdeu seu primeiro pênalti pelo Inter, de maneira custosa a seu time. No segundo tempo, ele até bateu alto, mas foi sem força, permitindo que Aguilar esticasse o braço para alcançar a bola. Até então eram 14 pênaltis batidos com 100% de aproveitamento.

O JOGO DO INTER

O Inter pressionou desde o primeiro momento. Precisando da vitória para se classificar, o Colorado produziu muitas chances de gol e dominou o Olimpia durante todo o primeiro tempo. O grande defeito da equipe, porém, foi o desperdício. Ao menos sete oportunidades acabaram sem gol, e de todas as formas. Teve bola para fora, conclusão em cima do goleiro, milagre de Aguilar, chute na trave, pênalti perdido e gol anulado.

O JOGO DO OLIMPIA

O Olimpia pareceu surpreso com a postura incisiva do Inter. Sem conseguir manter posse de bola (menos de 30% no primeiro tempo), a equipe paraguaia se limitou a viver de cruzamentos em cobranças de falta. Durante 45 minutos, pouco assustou o goleiro Daniel e depois viveu da expectativa de uma falha do adversário.

PRÊMIO MILIONÁRIO

Pela vaga nas quartas de final, o classificado recebe 1,5 milhão de dólares (R$ 7,8 milhões na cotação atual). Um dinheiro que fará bastante falta aos cofres do Inter numa temporada ainda afetada pela pandemia do novo coronavírus.

INTER

Daniel; Heitor (Boschilia), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Dourado, Edenilson, Patrick (Mauricio), Taison (Vinicius Mello) e Yuri Alberto (Palacios); Thiago Galhardo. T.: Diego Aguirre

OLIMPIA

Aguilar; Salazar, Salcedo, Alcaraz (Cáceres) e Ivan Torres; Ortiz, Orzusa (W. González), Ojeda e Derlis González; Recalde (Silva) e Pitta. T.: Sergio Orteman

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Christian Ferreyra

Cartões amarelos: Ivan Torres (Olimpia); Cuesta (Inter)


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes