Na volta ao Itaquerão, Corinthians muda para enfrentar o Coritiba, que jogará 'fechado'

Por Portal do Holanda

01/11/2014 21h10 — em Esportes

A partir deste sábado, contra o Coritiba, Mano Menezes terá sete jogos, quatro deles em casa, para colocar o Corinthians na Copa Libertadores do próximo ano. Esta é sua última missão como técnico do clube. Fora dos planos para 2015, ele evitou admitir o óbvio em sua última entrevista coletiva antes da partida, às 21 horas, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, que marca o retorno do time ao estádio Itaquerão, em São Paulo.

O Corinthians luta com pelo menos cinco equipes para terminar no G4. Se vencer o Coritiba, "dorme" na zona de classificação e torce por derrotas de Atlético e Internacional, que, neste domingo (2), jogam fora de casa.

Mano Menezes ensaiou mudanças importantes no time para o jogo contra o Coritiba, um dos times que lutam contra o rebaixamento. O rival deve atuar fechado, com três zagueiros. E por isso o técnico do Corinthians escalou mais um atacante. Petros saiu do time titular e Malcom ganhou nova chance, a primeira como titular desde a derrota na Copa do Brasil.

Outra provável mudança é a entrada de Danilo na vaga de Jadson. Essa reengenharia no time se deve ainda à ausência de Guerrero, que cumpre o último jogo de suspensão imposta pelo STJD por causa do empurrão no árbitro paulista Leandro Bizzio Marinho.

Após quase um mês, o Corinthians volta a jogar em sua nova arena. O último jogo foi contra o Sport, no dia 4 de outubro (vitória por 3 a 0). Neste mês, a equipe engatou uma série de jogos como visitante e precisou mandar uma partida longe de sua casa por perda de mando de campo. A novidade é que a arena não tem mais as arquibancadas provisórias atrás dos gols. Mais de 21 mil ingressos já haviam sido vendidos antecipadamente.

Coritiba

O Coritiba vive situação desesperadora no campeonato, precisando somar pontos a qualquer preço para se manter na primeira divisão em 2015. Mesmo assim, o técnico Marquinhos Santos decidiu ir para São Paulo com um esquema mais cauteloso.

Até mesmo o empate está sendo considerado importante, mesmo que o resultado signifique a permanência na zona de rebaixamento. Nas contas do Coritiba, são necessárias três vitórias em casa e dois empates fora para atingir os 45 pontos, que teoricamente livraria a equipe do rebaixamento.

No esquema de Marquinhos Santos, o zagueiro Wellinton deve entrar no time para compor o trio com Leandro Almeida e Luccas Claro. O volante Sérgio Manoel deve ser o sacrificado. Outra mudança deve ser a entrada do volante Hélder no lugar do atacante Zé Eduardo. Com isso, Alex e Joel formariam o ataque do Coritiba. O lateral-direito Norberto, suspenso, dá lugar a Ivan.