Ginastas amazonenses conseguem resultados expressivos na Bulgária

Por

01/07/2014 10h19 — em Esportes

A comitiva amazonense que desembarcou em Sófia, na Bulgária no último dia 22,  realizou um período de treinos no “berço” da ginástica rítmica e, de quebra, fez bonito ao representar o Amazonas em uma das principais competição do país, o Memorial 78. Com resultados expressivos no pódio, as ginastas além de integrar o time de atletas do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA), viajaram para a competição com passagens cedidas pela Secretaria de Estado de Juventude Esporte e Lazer (Sejel).

De acordo com a técnica da equipe, Alessandra Balbi, o objetivo das competições no país em âmbito internacional é elevar o nível das atletas para estarem prontas para a seleção brasileira da ginástica rítmica, uma vez que a Bulgária é considerada o berço da ginástica no mundo. “Estes treinos botaram as atletas do CTara em outro patamar. Nosso conhecimento foi aprofundado e estamos mais fortes”, completou a treinadora, Alessandra Balbi.

Em território europeu desde o dia 23, todos os dias as atletas tiveram treino técnico de 6h e 1h de balé. Elas tiveram ainda a companhia de duas técnicas búlgaras, onde tiveram as séries corrigidas.

A competição é uma homenagem ao fato que aconteceu no ano de 1978, quando uma delegação búlgara da modalidade sofreu um acidente teve atletas como vítimas fatais. Sérvia, Turquia, África do Sul, França e Áustria foram os outros países que estiveram presentas na disputa.

 

Resultados

A delegação amazonense é formada pelas atletas Ana Paula Almeida dos Santos, 13, Mariza Izabel da Silva Padilha, 13, Emily Caroline Góes de Souza, 14 e Vitória Nicole Aguilero da Silva, 15, e teve ainda como líder, a técnica especialista do CTara Alessandra Balbi.

Ana Paula, competiu na categoria juvenil. Durante apresentação a ginasta ficou em terceiro lugar no aparelho bola e quarto no individual. Maria Izabel ficou em primeiro na fita e em sétimo no geral. Enquanto Emily Caroline, ficou em terceiro no arco, segundo na bola e em terceiro no geral. A mais experiente da equipe, Vitória Nicole levou o terceiro lugar entre as maças e trouxe a medalha de bronze no ranking geral.

Fotos: Mauro Neto/Sejel