Decepcionando na Red Bull, Perez dá sinais de melhora em boa hora para Max

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/10/2021 21h37 — em Esportes

LONDRES, REINO UNIDO (UOL/FOLHAPRESS) - Sergio Perez se classificou atrás de Lewis Hamilton, rival de seu companheiro Max Verstappen na disputa pelo campeonato da Fórmula 1, e não chegou a ameaçar a posição do inglês na pista durante o Grande Prêmio dos Estados Unidos, no último domingo (24), mas teve um papel importante na vitória do holandês.

O mexicano estava próximo o bastante de Hamilton para que a Mercedes não pudesse fazer a melhor estratégia para o britânico na primeira parte da corrida, e isso facilitou o trabalho de sua equipe no restante da prova.

Trata-se de uma ajuda valiosa e que vem em boa hora para a Red Bull, que tem diminuído a desvantagem em relação à Mercedes no mundial de construtores e viu Verstappen virar o jogo em cima de Hamilton nas duas últimas provas, com o holandês retomando a liderança da tabela e abrindo 12 pontos, a cinco corridas do fim da temporada.

Mas o que explica esse ressurgimento de Perez, que vem de dois pódios seguidos? O mexicano aparecia em uma crescente enquanto a Red Bull também vinha sempre melhorando o carro, o que aconteceu até o GP da Hungria, o primeiro grande apagão da equipe na temporada.

A partir dali, o time teve alguns altos e baixos, não conseguindo encontrar o melhor equilíbrio em algumas pistas, uma vez que a janela em que o carro funciona bem não é das mais amplas. Com o carro saindo muito de frente, especialmente em classificação, Perez sofreu muito mais que Verstappen.

"Temos um carro muito único, então, não tem sido fácil", explicou o piloto, que faz sua primeira temporada na equipe. "Eu tive dificuldade em me adaptar. Não foi nada dramático, que dê para destacar. Obviamente, é um pacote muito competitivo, e Max está mostrando isso. Ele é um dos melhores pilotos do grid."

Sempre pelo menos três décimos mais lento que Verstappen, que está na Red Bull desde 2016, Perez sofria quando trocava de compostos no meio da classificação e não conseguia manter a mesma consistência ao longo da sessão do sábado, se classificando mal.

Isso ainda comprometia seus domingos, mesmo que a performance fosse geralmente melhor. Além disso, estratégias focadas em Verstappen, que disputa o título, acabam influindo negativamente nos resultados do mexicano.

No entanto, à medida em que a Red Bull voltou a encontrar o melhor acerto, em Austin, e o carro ficou mais neutro, Perez andou bem, podendo ajudar Verstappen no domingo. Agora, o mexicano vem de dois pódios seguidos, depois de uma prova na Turquia em que usou sua conhecida habilidade com os pneus e conseguiu roubar pontos de Hamilton.

"A adaptação demorou mais tempo do que esperávamos, mas continuamos trabalhando duro e agora podemos ver progresso. Só posso esperar que melhore ainda mais", comemorou o piloto, cujo crescimento chega em boa hora, já que a próxima etapa será no México, corrida em que a Red Bull, inclusive, é favorita pelo histórico dos últimos anos.

"Acho que teremos um bom pacote, então estou muito empolgado para esta corrida e espero que possamos chegar ao pódio novamente."

Uma vitória em casa, no entanto, só é uma aposta realista caso Verstappen esteja fora da batalha, já que Perez sabe de sua importância em uma briga tão apertada pelo título de pilotos. Ainda mais porque Hamilton tem a seu lado um Valtteri Bottas que está de saída da Mercedes.

A Red Bull sabe que a questão da motivação é importante, e por isso optou por não fazer uma parada adicional nos boxes com Perez na última corrida, para que ele roubasse a melhor volta —e, com isso, um ponto— de Hamilton, o que significaria também que ele terminaria em quarto, e não no pódio.

"Pela maneira como ele geriu a corrida, dá para perceber que a confiança dele está crescendo", observou o chefe Christian Horner. "É a segunda corrida seguida que ele está no pódio. E a corrida caseira dele está chegando. Ele está em boa forma em um momento crucial do ano."


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes