Cruzeiro perde do Confiança e sofre primeira derrota com Felipão

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/11/2020 23h04 — em Esportes

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - O Cruzeiro perdeu para o Confiança por 2 a 1 nesta sexta-feira (27), no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado comprova que o time mineiro vive fase ruim jogando em casa na competição e desperdiça muitos pontos em seus próprios domínios.

Os gols da noite foram marcados por Guilherme Castilho e Renan Gorne, para o Confiança, com Cáceres descontando para o Cruzeiro. Foi a primeira derrota de Felipão no comando do Cruzeiro desde que o treinador retornou ao clube.

Foi a quinta derrota do time celeste no Gigante da Pampulha. Em 13 jogos no estádio, o Cruzeiro venceu apenas quatro e empatou outros quatro, registrando 41% de aproveitamento. Pelo terceiro jogo seguido a equipe de Felipão não conseguiu vencer em casa. Antes, havia empatado com o Guarani e com o Figueirense.

Com o resultado, o Cruzeiro segue na 15ª colocação, com 28 pontos. Já o Confiança sobe para o oitavo lugar, com 35. Na próxima rodada, os mineiros fazem clássico estadual com o América-MG, no dia 2, enquanto os sergipanos recebem o Figueirense.

Logo no intervalo, quando perdia por 2 a 0 para o Confiança, o zagueiro Manoel falou sobre o comportamento do time e a performance ruim quando joga na capital mineira.

"Não sei te explicar. A gente, fora de casa, entra ligado, focado. Dentro de casa a gente entra achando que vai ganhar a qualquer momento, não é assim. Tem que entrar ligado desde o começo. Vamos ter que correr atrás para caramba para poder reverter o placar", disse ao Premiere.

O primeiro tempo do Cruzeiro foi "para esquecer". Com uma atuação muito abaixo o time estrelado levou dois gols em falhas individuais. O "calcanhar de Aquiles" da Raposa nos primeiros 45 minutos foi o lado esquerdo, onde Patrick Brey, mais uma vez, não conseguiu render.

Por esse setor do campo o Confiança armou muitas jogadas se aproveitando da marcação frágil de um dos atletas mais contestados pela torcida atualmente.

Na segunda etapa o técnico Felipão fez várias mudanças no Cruzeiro. As alterações surtiram efeito e o time conseguiu o seu gol, com cruzamento de Willian Pottker pela esquerda na cabeça de Raúl Cáceres.

Apesar da melhora, o Cruzeiro não conseguiu inverter o resultado, e entregou mais pontos para o adversário jogando em seus domínios.

Aos 4 minutos do primeiro tempo, o volante Guilherme Castilho marcou um gol olímpico. O meio-campista do time sergipano contou com a ajuda de Jadsom, que na primeira trave, acabou atrapalhando o goleiro Fábio: 0 a 1.

Aos 24 minutos, o árbitro Andrey da Silva e Silva marcou pênalti, após a bola acertar o braço de Raúl Cáceres dentro da área em lance ofensivo do Confiança. Renan Gorne cobrou e fez o segundo: 0 a 2.

Aos 8 minutos do segundo tempo o lateral-direito cruzeirense Cáceres diminuiu o placar, de cabeça, cruzamento de Willian Pottker: 1 a 2.

CRUZEIRO

Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon, Patrick Brey (Matheus Pereira); Adriano (Filipe Machado), Jadsom Silva, Régis (Marcelo Moreno); Airton (Arthur Caíke), William Pottker, Rafael Sobis (Thiago). T.: Luiz Felipe Scolari

CONFIANÇA

Rafael Santos; Thiago Ennes (Jeferson), Nirley, Matheus Mancini, Silva (Everton); Madison (Serginho), Rafael Vila (Alyson), Guilherme Castilho, Ítalo; Reis, Renan Gorne (Ari Moura). T.: Daniel Paulista

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Juiz: Andrey da Silva e Silva (PA)

Cartão amarelo: Adriano, Rafael Sóbis, Manoel, Filipe Machado, Marcelo Moreno (Cruzeiro); Thiago Ennes, Djalma Silva, Madison, Matheus Mancini (Confiança)

Gols: Guilherme Castilho, aos 4min, e Renan Gorne, aos 24min do primeiro tempo (Confiança); Raúl Cáceres, aos 8min do segundo tempo (Cruzeiro)

+ Esportes