Ceni só venceu Corinthians uma vez, mas São Paulo defende tabu de 4 anos

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

17/10/2021 13h33 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em seu sexto dia de trabalho como treinador do São Paulo, Rogério Ceni já terá um clássico contra o Corinthians para disputar —nesta segunda-feira (18), no Morumbi, pela 27ª rodada do Brasileiro.

Vindo de seis empates consecutivos, o time do Morumbi se apega ao retrospecto recente para encarar o rival. Há quatro anos os são-paulinos não são derrotados como mandantes do "Majestoso".

A última vez que isso aconteceu foi na semifinal do Paulistão de 2017, quando o São Paulo perdeu por 2 a 0. O Corinthians terminaria campeão daquele torneio ao vencer a Ponte Preta na final.

Desde então, foram sete jogos com mando do São Paulo, com quatro vitórias tricolores e três empates. O duelo desta segunda será o primeiro com o time do Morumbi como mandante na temporada contra o Corinthians. Os jogos da fase de grupos do Paulistão e o do primeiro turno do Brasileirão aconteceram na Neo Química Arena.

Se o retrospecto recente favorece o São Paulo, o mesmo não acontece com Rogério Ceni contra o Corinthians. Desde que começou a trabalhar como treinador, o ex-goleiro enfrentou o rival alvinegro em oito oportunidades. Venceu apenas uma.

Em sua primeira passagem como técnico do São Paulo, Ceni enfrentou o Corinthians quatro vezes, com duas derrotas e dois empates. Depois, foram mais três partidas com o Fortaleza, perdendo outras duas vezes e empatando mais uma.

A única vitória veio no comando do Flamengo. Em fevereiro deste ano, na antepenúltima rodada do Brasileirão 2020 (que foi prolongado até 2021 pela pandemia), a equipe carioca venceu o Corinthians por 2 a 1. Os cariocas acabaram como campeões do torneio nacional.

O duelo entre São Paulo e Corinthians acontecerá às 20h (de Brasília). Na tarde deste domingo (17), Rogério Ceni comanda o último treino no CT da Barra Funda, que servirá para decidir o time titular que entrará em campo no "Majestoso".

CORINTHIANS

Após uma campanha nada emocionante no Campeonato Paulista e um início de Brasileirão turbulento, o Corinthians decidiu que precisava reformular o elenco. Em pouco mais de um mês, entre julho e agosto deste ano, o Timão acertou a contratação de Giuliano, Renato Augusto, Róger Guedes e Willian.

A aposta deu certo e o time passou a lutar por uma vaga no G-4 do Brasileirão — ocupa a 6ª posição, com 40 pontos em 26 jogos. O 4º colocado é o Red Bull Bragantino, com 41 pontos em 25 jogos.

De todos os novos jogadores, apenas Willian não balançou as redes desde que estreou pelo Corinthians. Último a chegar, Willian atuou em apenas cinco jogos e, lesionado com uma contratura na coxa esquerda, não deve jogar o clássico contra o São Paulo.

Embora Róger Guedes tenha caído nas graças da torcida pelo gol na estreia e pelos dois gols na vitória sobre o rival Palmeiras, e Renato Augusto carregue a idolatria alvinegra pelo passado vitorioso com a camisa do Timão, é inegável que o grande reforço do Corinthians para a temporada é Giuliano. Análise da reportagem com base em dados da plataforma SofaScore mostram que o dinamismo de Giuliano beneficia muito o Corinthians.

O camisa 11 foi anunciado dia 16 de julho e estreou no dia 8 de agosto, em um clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. Pouco mais de dez minutos foram suficientes para Giuliano mostrar sua importância: ele deixou Gustavo Mosquito na cara do gol, mas o atacante parou no goleiro santista.

De lá para cá, o Corinthians jogou 12 jogos e nos 12 Giuliano foi titular. Aos 31 anos, ele atuou em média 87 minutos por partida. O desempenho alvinegro então disparou. No período foram seis vitórias, cinco empates e uma derrota, contra o Sport, fora de casa, na semana passada.

Giuliano foi decisivo já a partir da segunda partida em que esteve em campo. Diante do Ceará foi dele o toque sutil para abrir espaço na defesa cearense, que foi aproveitado por Renato Augusto que acertou um lindo chute no ângulo, indefensável.

Discreto em campo, mas muito eficiente, Giuliano deu mais duas assistências — contra Palmeiras e Red Bull Bragantino, que ajudaram o Corinthians a conquistar quatro pontos na tabela. E foi às redes no empate em 1 a 1 contra o América-MG.

Assim, o jogador ajudou também a melhorar o poderio ofensivo do Corinthians: em 12 jogos, o Corinthians marcou 16 gols e sofreu nove.

Diante desses números, o técnico Sylvinho espera contar com um inspirado Giuliano para vencer o clássico com o São Paulo nesta segunda.

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Orejuela, Arboleda, Léo e Reinaldo; Liziero, Igor Gomes, Gabriel Sara e Benítez; Luciano e Calleri. T.: Rogério Ceni

CORINTHIANS

Cássio; Du Queiroz, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo, Renato Augusto e Giuliano; Gabriel Pereira, Gustavo Mosquito e Róger Guedes. T.: Sylvinho

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Horário: 20h (de Brasília) desta segunda (18)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden

VAR: Daniel Nobre Bins


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes