Andy Murray vai buscar o tri nas Olimpíadas; Brasil terá Thiago Monteiro

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

24/06/2021 12h36 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Faltando um mês para o início da competição de tênis dos Jogos Olímpicos de Tóquio, a lista de participantes vai ficando mais definida. Atual bicampeão, Andy Murray confirmou que vai buscar o tricampeonato da chave de simples pela Grã-Bretanha. Já o Brasil recebeu a notícia de que Thiago Monteiro terá vaga na competição. João Menezes já estava confirmado.

Têm direito a jogar a Olimpíada em simples os 56 primeiros colocados do ranking mundial, com limite de quatro atletas por país. Esse teto e as desistências habituais fazem a lista "rodar", permitindo sempre que até mesmo atletas perto da 100ª colocação acabem ficando com vagas. E foi isso que aconteceu.

De acordo com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), a Federação Internacional de Tênis (ITF), que organiza o torneio olímpico, informou que Thiago Monteiro, número 83 do ranking, terá vaga em Tóquio. Curiosamente, em 2016 Rogério Dutra Silva também ficou em 83º lugar e jogou a Olimpíada.

Assim, o Brasil terá dois representantes na chave masculina: Monteiro e João Menezes, que é apenas o 206º colocado, mas ganhou vaga por ter sido campeão do esvaziado torneio dos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. Depois disso, ele precisou apenas se manter entre os 300 melhores do mundo para ter direito a jogar Tóquio-2020.

A ITF ainda não divulgou as vagas na chave de duplas, mas é praticamente certo que Bruno Soares e Marcelo Melo terão vaga. Eles não estão entre os 10 primeiros do ranking de duplas e não conseguiram a vaga direta, mas vão entrar pela repescagem, pelo ranking combinado deles. Bruno é o 13º e, Marcelo, o 18º.

A má notícia para o Brasil é que nenhuma mulher deverá se classificar. Luisa Stefani até aparece bem no ranking de duplas, em 23º, mas para ela ir a Tóquio precisaria haver outra brasileira bem classificada, seja em duplas ou em simples, classificando a dupla. Mas a próxima da lista é só Bia Haddad Maia, número 188 em simples. Outros países têm somas melhores entre suas duas melhores atletas. Sem uma mulher, o país não consegue também entrar na chave de duplas mistas.

MURRAY VAI TENTAR O TRI

Ouro em Londres-2012 e na Rio-2016, o britânico Andy Murray foi convocado nesta quinta-feira (24) pela Grã-Bretanha, confirmando sua vontade de jogar mais uma Olimpíada. Mesmo sendo apenas o número 124 do ranking mundial, ele tem direito a uma vaga por uma cota para campeões olímpicos e campeões de Grand Slam.

Em Tóquio, ele vai competir em simples e em duplas, com Joe Salisbury, campeão do Aberto da Austrália em 2020. "Liderar o Team GB na cerimônia de abertura há cinco anos no Rio foi um dos destaques da minha carreira. Ir para uma Olimpíada como o atual campeão é emocionante e estou ansioso para o desafio", comemorou.

Jamie Murray, irmão de Andy, não vai a Tóquio, porque ele é somente o terceiro melhor britânico no ranking de duplas, na 22ª colocação. Os dois que estão à frente dele escolheram outros parceiros. Salisbury vai jogar com Andy Murray e Neal Skupski terá como companheiro Daniel Evans, número 26 do ranking de simples.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes