.
Siga o Portal do Holanda

Esportes

Um ano após anúncio, Santos não avança em projetos de nova arena e CT

Publicado

em

Sociedade precisa reagir à censura na internet


SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Foi no dia 23 de março de 2019 que um anúncio vindo de Dubai, nos Emirados Árabes, pegou o torcedor do Santos de surpresa e causou grande euforia: a empresa Bolton Group oficializou que construiria uma nova Arena e um novo CT para o time alvinegro. Um ano depois, no entanto, nada saiu do papel com a empresa.

O CEO do grupo, Roberto Diomedi, já "furou" vários encontros com a diretoria santista. O empresário italiano viria ao Brasil em abril, um mês após o anúncio, depois em maio, em junho...

Em julho, durante a apresentação do anteprojeto de modernização do estádio santista em reunião no Conselho Deliberativo, um advogado contratado por Diomedi representou a Bolton, mas falhou em dar explicações satisfatórias e não confirmou a entrada da empresa no negócio, mesmo após o anúncio oficial. O projeto apresentado pelo arquiteto Artur Katchborian teve grande aceitação no clube, tendo apenas a capacidade discutida.

O Santos, então, começou a buscar novas alternativas para financiar o projeto de modernização e ampliação da capacidade do estádio. O presidente José Carlos Peres afirma que o clube negocia com a WTorre, empresa que construiu o Allianz Parque para o Palmeiras.

"Será uma parceria muito parecida com a que a WTorre realizou com o Palmeiras. A construtora faz todo o investimento e explora o estádio para shows e outros eventos durante 35 anos. Depois disso, tudo passa a ser 100% do clube, que não irá investir um centavo na obra", disse em entrevista ao programa "Esporte por Esporte", da TV Santa Cecília.

Um projeto de construção da nova Arena foi apresentado diretamente a Walter Torre Júnior, presidente da empresa, há cerca de quatro meses, e o Santos aguarda uma resposta. Segundo apurou a reportagem, o acordo com a empresa teria diferenças para o que foi feito com o Palmeiras para construção do Allianz Parque.

A intenção do presidente José Carlos Peres é deixar tudo encaminhado até o final de sua gestão, restando apenas iniciar as obras. No entanto, a crise causada pela pandemia do coronavírus pode atrapalhar a vontade de Peres, que tem mandato apenas até o final deste ano no Santos.

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.