A AUSÊNCIA DO SENADOR EDUARDO BRAGA

Por

24/01/2014 21h41 — em Editorial

O senador Eduardo Braga confirmou ontem em entrevista a uma rádio local que é candidato ao governo e que vai “se mudar” para o Amazonas a partir de fevereiro, para montar a sua estrutura de campanha. Com isso, confirma que ele esteve ausente do Estado desde que assumiu a cadeira de senador, e que só retorna agora porque tem uma disputa eleitoral pela frente. Braga também disse que vai conversar com “muita humildade”, mas fala como se só ele soubesse das coisas: “vou buscar a construção do projeto político que eu creio que é bom para o povo do Amazonas e bom pro Amazonas”. 

Na sua “humildade”, Braga cutucou o governador Omar Aziz na questão da prorrogação da Zona Franca de Manaus, dizendo indiretamente que lhe falta “articulações nacionais” e “peso no processo do Congresso Nacional”.  Só esqueceu que ele está lá há quase quatro anos, pertence ao maior partido aliado, é líder do governo Dilma e até agora não conseguiu articular a votação da PEC da prorrogação. Falta-lhe poder de articulação e peso político?

O senador recorre ao seu passado para falar de “comportamentos estranhos” em relação às candidaturas da deputada federal Rebecca Garcia e do vice-governador José Melo.  Foi ele que abandonou o “pai político” Amazonino Mendes, que o fez seu vice e o deixou prefeito de Manaus em 1994, onde começou sua carreira solo abandonando o mestre.

Em sua “ humildade”, detonou literalmente a candidatura de Rebecca em 2012, articulada por Omar e seu próprio grupo político, impondo Vanessa Grazziotin pela simples vaidade de querer derrotar Artur Neto pela segunda vez. Obteve um resultado desastroso. Agora, Braga repete Braga. Na íntegra.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.