Presidente do BoJ diz não crer que Evergrande se transforme em problema global

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

22/09/2021 6h10 — em Economia

O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, disse nesta quarta-feira, 22, que a crise de liquidez da gigante do setor imobiliário chinês Evergrande, que abalou os mercados financeiros esta semana, não deverá se tornar um problema global.

"É apropriado ver isso como uma questão daquela empresa em particular e do setor imobiliário da China", disse Kuroda, em coletiva de imprensa que se seguiu à decisão do banco central japonês de manter sua política monetária inalterada. "Não acho que isso vá se tornar um problema geral (para os mercados) a essa altura", acrescentou.

Kuroda, no entanto, reconheceu que os mercados têm reagido com nervosismo às dificuldades financeiras da Evergrande e prometeu que o BoJ ficará atento a esses movimentos.

Kuroda comentou também que a economia japonesa segue na trajetória da recuperação e disse não acreditar que possa ocorrer uma forte desaceleração da demanda dos EUA e da China.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Economia