Escola infantil do Paraná faz alerta aos pais em carta sobre Round 6

Por Portal do Holanda

12/10/2021 9h24 — em Cinema

Foto: Divulgação

O sucesso de Round 6 virou motivo de preocupação nas escolas, já que alguns pais estão permitindo que crianças assistam ao conteúdo violento.

Nesta semana mais uma escola resolveu se manifestar sobre o impacto da série no amadurecimento das crianças. A escola O Pequeno Polegar, em São José dos Pinhais no Paraná, enviou uma carta aos pais dos alunos.

"A mensagem desta série em nada se comunica com nosso programa socioemocional, com nossa valorização da família e da vida, com nossa filosofa de escola. Em nada contribui para que seus filhos sejam pessoas melhores e resilientes", diz o comunicado.

De acordo com o Folhapress, o diretor da escola Haroldo Andriguetto, relatou que ficou preocupado ao ver as crianças reproduzindo os jogos na escola, fingindo que estão matando umas as outras.

"Qualquer pai e mãe ficaria horrorizado com o que eu vi. Ao andar nos corredores, eu estava acostumado a ver crianças felizes, saudáveis, pulando e brincando", diz ele.

O diretor explica que os alunos estavam deixando, inclusive, cartas nas mesas dos colegas convidando-os para o jogo, como acontece na série. "Ela passa um conjunto de ideias totalmente não emocionais, o que pode mexer com a ansiedade, com o medo e com os níveis de tolerância das crianças."

Segundo Andriguetto, a idade que vai de 0 a 10 anos é crucial para o desenvolvimento cognitivo. "Começar a ter contato com esse tipo de mídia nesse momento pode gerar um efeito em cadeia."

A Psicóloga especializada em atendimento às crianças, Júlia Porciúncula, também explicou a publicação que o conteúdo de "Round 6" de fato pode trazer prejuízos psicológicos aos jovens. "Como o ser humano é subjetivo, não dá para adivinhar o futuro. Mas, baseado nas pesquisas que já existem, expor crianças de um modo geral a conteúdo violento gera problemas."


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Cinema