Siga o Portal do Holanda

Teste de urina é esperança para diagnóstico do câncer de pâncreas

Publicado

em


O teste de urina pode ser a esperança para diagnóstico do câncer de pâncreas. A existência de três proteínas únicas na urina dos portadores desta doença pode ser a chave para a descoberta prévia da doença.

Esta é a conclusão de uma investigação do Centro de Pesquisa de Câncer do Reino Unido, que detectou que apenas os portadores de câncer de pâncreas apresentam níveis elevados de três proteínas específicas, LYVE1, REG1A e TFF1.

Para a pesquisa, foram analisadas 500 amostras de urina, sendo que menos de 200 pertenciam a doentes com câncer de pâncreas, cerca de 92 pacientes com pancreatite crônica e 87 pessoas saudáveis. As restantes, conta a rede britância BBC, pertenciam a pacientes com doenças hepáticas e da vesicula biliar.

A presença ‘exclusiva’ de valores elevados de LYVE1, REG1A e TFF1 nos pacientes com câncer de pâncreas assume-se como uma ‘assinatura proteica’ e que apresentou uma taxa de exatidão de 90%, o que leva os pesquisadores a garantir que um simples teste de urina será capaz de detectar precocemente a doença.

O câncer de pâncreas é o que apresenta a menor taxa de sobrevivência e que é diagnosticado na maioria das vezes já em fase avançada, cerca de 80% dos casos.

+

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.