Zara criou código para quando negros entrassem na loja, diz polícia

Por Portal do Holanda

20/10/2021 15h24 — em Brasil

Foto: Divulgação / PC

A Polícia Civil do Ceará afirma que a loja Zara do Shopping Iguatemi, em Fortaleza, criou um código secreto para alertas a presença de pessoas negras ou com “roupas simples” que entrassem no estabelecimento.

De acordo com o Uol, a investigação apontou que o alerta era dado com a frase “Zara Zerou”.

"Testemunhas que trabalharam no local alegam que eram orientadas a identificar essas pessoas com estereótipos fora do padrão da loja. A partir dali, ela era tratada como uma pessoa nociva, que deveria ser acompanhada de perto. Isso geralmente ocorria com pessoas com roupas mais simplórias e 'pessoas de cor'", afirmou o delegado-geral da Polícia Civil do Ceará, Sérgio Pereira.

A Zara Brasil negou ato racista em lojas "Zara é uma empresa que não tolera nenhum tipo de discriminação e para a qual a diversidade, a multiculturalidade e o respeito são valores inerentes e inseparáveis da cultura corporativa. A Zara rechaça qualquer forma de racismo, que deve ser combatido com a máxima seriedade em todos os aspectos", finaliza.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil