Compartilhe este texto

PF recebe do FBI e-mails entre Cid e loja que comprou Rolex de Bolsonaro

Por Portal Do Holanda

27/11/2023 8h08 — em
Brasil


Foto: Isaac Nobrega/PR

A Polícia Federal recebeu do FBI, a troca de e-mails entre o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, Mauro Cid e a loja Precision Watches, onde o Rolex que fazia parte do acervo do governo foi recomprado após ter sido vendido ilegalmente.

O documento mostra que, ao contrário do que disse em depoimento, Frederick Wassef foi orientado por Cid a ir até a loja e pagar pelo relógio em espécie, o valor pago foi de US$ 49 mil.

A conversa também mostra quem ele deveria procurar no local para reaver o relógio de luxo. Cid fez um acordo de delação premiada com a PF e confessou que o relógio foi vendido por ordem direta de Bolsonaro, mesmo sendo um item do acervo governamental.

O item foi vendido, segundo Cid, após o ex-presidente reclamar de custos com condenações judiciais, mudanças no Palácio do Planalto e pagamento de multas de motociatas realizadas por ele.

A PF analisa minuciosamente as mensagens trocadas entre o ex-ajudante a loja que comprou o Rolex e a mesma deve ser responsabilizada pela compra ilegal.

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil