Mulher em coma há 21 anos pode ser menina desaparecida no Espírito Santo

Por Portal do Holanda

05/08/2021 10h16 — em Brasil

Clarinha apareceu na reportagem do Fantástico em 2016 - Foto: Reprodução TV Globo

Uma mulher internada em coma há quase 21 anos no Hospital da Polícia Militar de Vitória, no Espírito Santo, pode ser uma criança desaparecida em 1976, em Guarapari.

Segundo o jornal ‘O Globo”, a mulher, que vive em estado vegetativo, teve as características compatíveis com a menina que foi sequestrada e desapareceu em Guarapari enquanto passava as férias com os pais há 45 anos.

Apelidada por funcionários do hospital de Clarinha, a mulher foi atropelada por um ônibus enquanto fugia de um homem. Desde então ela está em coma no hospital. Várias tentativas de identifica-la ao longo dos anos foram sem sucesso.

Um grupo de papiloscopistas da Força Nacional de Segurança Pública se interessou pelo caso e entrou em contato com o Ministério Público, que atuava na tentativa de identificar Clarinha.

Usando a técnica de comparação facial com buscas no banco de dados de desaparecidos, o grupo chegou a uma criança de 1 ano e 9 meses de Minas Gerais que passava as férias com a família em Guarapari quando foi sequestrada. Os dados entre as duas são compatíveis e uma nova etapa de identificação ainda está em andamento.

O material genético de Clarinha foi enviado para a Polícia Civil de Minas Gerais, que tem os dados genéticos dos pais da menina desaparecida e aguarda o resultado do exame.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil