Moraes prorroga inquérito que apura interferência de Bolsonaro na PF

Por Portal do Holanda

27/11/2020 17h35 — em Brasil

Foto: Agência Brasil e STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, prorrogou por 60 dias o inquérito que apura a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. O despacho desta sexta-feira (27) ainda determina que a Procuradoria Geral da República (PGR) se manifeste em até 5 dias sobre a necessidade de depoimento de Bolsonaro.

A segunda parte do despacho se refere ao fato do presidente ter desistido de depor, na quinta-feira.

Com o parecer da PGR, o ministro deverá decidir se manda o inquérito para a Polícia Federal concluir as investigações, que tiveram início após o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, acusar Bolsonaro de demitir o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, no intuito de proteger familiares e aliados de investigações que corriam na Polícia Federal.


+ Brasil