Compartilhe este texto

Militares e civis são indiciados em caso de furto de 21 metralhadoras do Exército

Por Portal Do Holanda

21/02/2024 15h09 — em
Brasil


Foto: Johan Carlos/TV Globo

Militares e civis foram indiciados no caso do furto das 21 metralhadoras de um quartel, ocorrido em setembro de 2023, em Barueri, na Grande São Paulo. Durante as investigações, a polícia conseguiu recuperar 19 das armas furtadas. 

Os investigados foram responsabilizados por crimes como peculato, receptação e extravio de armas. O desdobramento do caso aconteceu após o Exército concluir a investigação na semana passada, no entanto, não foram divulgados detalhes sobre a finalização do inquérito. 

"O Comando Militar do Sudeste informa que o Inquérito Policial Militar (IPM) instaurado para apurar as circunstâncias do furto de 21 metralhadoras do Arsenal de Guerra de São Paulo, em Barueri (SP), foi finalizado no dia 16 de fevereiro. Na mesma data, foi remetido à Justiça Militar da União, que determinou a manutenção do sigilo das investigações", diz a nota do Exército.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil