Homem tenta dar golpe e acaba perdendo R$ 200 ao ser enganado por vítima

Por Portal do Holanda

14/01/2022 21h48 — em Brasil

Foto: Reprodução UOL / Arquivo pessoal

Um homem tentou dar um golpe em um servidor público, de 32 anos, utilizando o telefone que roubou de um amigo da vítima, mas acabou enganado e ainda perdeu uma quantidade de dinheiro. O caso aconteceu no fim do mês passado.

O servidor, que mora em Brasília, recebeu a mensagem do golpista pelo número de um amigo de São Paulo, porém, ele já sabia que o amigo havia sofrido um assalto. Com isso, a vítima decidiu aplicar um contragolpe no suspeito. 

Na mensagem, o assaltante pediu uma transferência pelo PicPay no valor de R$ 1.980. Ao ser questionado sobre o destino desse dinheiro, ele disse que era para pagar uma "conta particular".

"Eu já tinha visto esse tipo de golpe anteriormente. Nas redes sociais, vi a história de um cara que fez um contragolpe afirmando que precisava de dinheiro para colocar crédito no celular. Então, eu falei que faria transferência, mas que precisava de um dinheiro para pagar as taxas", disse a vítima em entrevista ao UOL.
 
O servidor ainda explicou que inventou uma dívida e deu a oportunidade ao golpista de quitá-la, no valor de R$ 200,00. O golpista além de transferir o valor, ainda acrescentou R$ 28,00 que seriam para as taxas da transferência que solicitou à vitima. 

"Quando já era no final da tarde, recebi a mensagem do aplicativo falando que eu tinha recebido esse dinheiro. Eu achei que eram outras pessoas que também estavam me devendo, mas quando olhei melhor, eu fui perceber que a pessoa tinha caído mesmo", explicou o servidor. Infelizmente, outros amigos que receberam a mesma mensagem acabaram fazendo a transferência, e o caso foi registrado em uma delegacia.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil