Dança do 'boga' com Sikêra pode render nova investigação a Flávio Bolsonaro

Por Portal do Holanda

22/09/2020 18h21 — em Brasil

Flávio e Eduardo Bolsonaro com Sikêra Jr - Foto: Reprodução

Manaus/AM - O Ministério Público Federal encaminhou nesta terça-feira (22), à Procuradoria Geral da República, documentação relacionada a um possível crime de desobediência cometido por Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que faltou  uma acareação marcada para a segunda-feira (21), com o empresário Paulo Marinho.

De acordo com o Uol, o MPF entende que o senador cometeu crime ao descumprir uma ordem de autoridade legalmente constituída, e que ele só poderia ter faltado por doença. A defesa alegou que Flávio tinha compromissos da sua agenda oficial no Amazonas. 

Segundo nota enviada pela defesa do parlamentar, a possibilidade do compromisso no Amazonas teria sido informada por escrito ao MPF há cerca de um mês. A defesa ainda classificou como "lamentável" a hipótese de que Flávio teria cometido crime de desobediência.

O senador apareceu em vídeo que viralizou nas redes, na última segunda. Ao lado do irmão Eduardo Bolsonaro e Sikêra Jr, Flávio aparece cantando uma paródia direcionada a "maconheiros", considerada homofóbica e com conotação sexual.