Bolsonaro não se manifesta sobre 250 mil mortos por Covid-19

Por Portal do Holanda

26/02/2021 2h23 — em Brasil

(Foto: Reprodução/Facebook)

O Brasil completou, nesta quinta-feira (25), um ano desde seu primeiro caso confirmado de covid-19 e enfrenta uma segunda onda da pandemia com hospitais lotados, variante mais contagiosa e letal, além de ter ultrapassado o número de 250 mil mortes pela doença. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não se manifestou sobre o assunto.

Sem máscara e sem distanciamento, Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais, ao lado do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e ainda criticou as medidas de prevenção recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) contra o novo coronavírus. 

"Começam a aparecer os efeitos colaterais das máscaras", disse, depois de listar uma série de problemas supostamente causados pelas máscaras. "Eu tenho minha opinião sobre as máscaras, cada um tem a sua, mas a gente aguarda um estudo sobre isso feito por pessoas competentes".

Ao falar sobre a volta do pagamento do auxílio emergencial, o presidente mandou a população cobrar dos governadores, "Quem quer auxílio emergencial e a cidade está fechada... Vão cobrar do prefeito, vão cobrar do governador, já que ele quer que você fique em casa eternamente e quer mandar a conta para nós [governo federal] pagarmos. Eu teria o maior prazer de pagar eternamente um salário para todo mundo viver numa boa, sem trabalhar, mas isso não existe", ironizou.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil